19/01/2017 às 07h46min - Atualizada em 19/01/2017 às 07h46min

Vereador pede instalação de radar na BR116 próximo ao bairro Três Cruzes

Ofício foi entregue em mãos a engenheiro do DNIT em Leopoldina e pede caráter de urgência no atendimento.

Luiz Otávio Meneghite e João Gabriel Baia Meneghite

O vereador Sebastião Geraldo Valentim(Tião Três Cruzes)

Após o trágico acidente que resultou na morte de Rondinele Carvalho, 38 anos, na manhã de segunda-feira, 16 de janeiro, na altura do KM 761 da BR116, próximo a um dos trevos de acesso ao bairro Três Cruzes, gerando grande revolta na população, principalmente em amigos e familiares das vítimas, também daqueles que moram ou transitam nas imediações, o vereador Sebastião Geraldo Valentim, popularmente conhecido como Tião Três Cruzes, protocolou na Unidade Local do DNIT um ofício em que pede soluções para o problema de segurança no trânsito naquele trecho da rodovia Rio-Bahia.

O documento oficial assinado pelo parlamentar e endereçado ao engenheiro Márcio Gusmão, Chefe de Serviço da Unidade Local do DNIT, foi recebido na terça-feira, 17 de janeiro, pelo engenheiro Alexandre A. Castro Réche. No texto do documento, o vereador solicita à autoridade da autarquia que estude a possibilidade, em caráter de urgência, de implantar um redutor de velocidade do tipo radar junto ao trevo que dá acesso ao bairro Três Cruzes, mais precisamente na altura da KM 761.

Em sua justificativa ao engenheiro o vereador ‘Tião Três Cruzes’ se fundamenta nos constantes acidentes com vítimas fatais na região. O parlamentar lembrou no documento entregue ao DNIT que os quebra-molas recentemente instalados nas proximidades apenas reduziram a velocidade dos veículos que transitam no local, mas os acessos aos bairros da região continuam extremamente perigosos.

O acidente

Em contato com o jornal Leopoldinense, o vereador do PCdoB se mostrou chocado com o acidente, uma vez que era amigo da vítima fatal, Rondinele Carvalho, que estava como passageiro do motociclista Sebastião Henrique Geraldo Maciel, de 41 anos, que fazia a travessia no trevo com sua Yamaha YBR e foi surpreendido por um automóvel.

O condutor da moto foi levado para o Pronto Socorro Municipal, com ferimentos graves, sendo encaminhado ao centro cirúrgico. O motorista do Ford Focus, que seguia em sentido norte, não se feriu. O passageiro da motocicleta, Rondinele Carvalho, 38 anos, não resistiu aos ferimentos e faleceu no local do acidente. Na ocasião, a  rodovia foi interditada parcialmente, enquanto os militares do 4º Pelotão de Corpo de Bombeiros de Leopoldina e equipes do SAMU realizavam os primeiros atendimentos. 

A Polícia Rodoviária Federal isolou a área, que estava repleta de pessoas demonstrando indignação com o problema. Apesar de reuniões com Poder Legislativo Local, com DNIT, Polícia Rodoviária Federal e requerimentos diversos, os moradores alegam que a situação merece uma atenção especial das autoridades, pois os quebra-molas introduzidos recentemente na região, apenas reduziram a velocidade de quem vêm do sentido norte para Leopoldina.

No dia do acidente, o jornal Leopoldinense ouviu de várias pessoas no local que a solução para diminuir o número de acidentes na região é a instalação de radares, assim como foi feito na BR 116 na região da Boa Sorte onde o numero de acidentes foi reduzido quase à zero. O vereador Sebastião Geraldo Valentim (Tião Três Cruzes) espera uma manifestação oficial do DNIT.

Link
Tags »
Vereador pede instalação de radar na BR116 próximo ao bairro Três Cruzes
Notícias Relacionadas »
Comentários »