08/03/2017 às 10h08min - Atualizada em 08/03/2017 às 10h08min

Anater destaca protagonismo da mulher rural na produção de alimentos

Neste Dia Internacional da Mulher, a participação feminina na agricultura familiar, impulsionando o desenvolvimento socioeconômico nacional, é motivo de comemoração

Neste 08 de março, quando se comemora o Dia Internacional da Mulher, a Agência Nacional de Assistência Técnica e Extensão Rural (Anater) destaca a importância da participação das mulheres no setor agrícola e no meio rural, que desempenham um papel multifuncional, especialmente na agricultura familiar, impulsionando o desenvolvimento socioeconômico nacional.

O presidente da Anater, Valmisoney Jardim, ressalta que o protagonismo do Brasil na produção de alimentos, tendo se tornando inclusive referência mundial, certamente não teria alcançado resultados tão relevantes sem o conhecimento, a capacidade, a competência e a forma como a mulher se insere na organização do processo produtivo da agricultura familiar. “Nos últimos anos, foi possível observar como a participação das mulheres tem contribuído para o desenvolvimento e a inovação da vida no meio rural. As mulheres atuam no plantio, na colheita, no beneficiamento, na comercialização dos seus produtos nas feiras agroecológicas, são extensionistas rurais e contribuem na qualificação da produção com assistência técnica especializada, lideram associações e cooperativas, são empreendedoras, administradoras, assumindo um importante papel no processo produtivo, além de contribuir efetivamente para construir caminhos para superação das situações de desigualdade”, avalia.

Valmisoney Jardim observa que, historicamente, as mulheres sempre tiveram papel destacado no desenvolvimento da agricultura, sendo as principais responsáveis pela garantia da segurança alimentar e nutricional das famílias. “Mas, hoje, percebemos que elas estão se organizando melhor, estão mais conscientes do seu papel e fazendo valer seus direitos e o reconhecimento do trabalho que desenvolvem”, completa.

 
PARTICIPAÇÃO NA RENDA DAS FAMÍLIAS RURAIS

Segundo dados da Organização das Nações Unidas para Agricultura e Alimentação (FAO), a América Latina e Caribe contam com 121 milhões de pessoas no meio rural, que representam 20% da população total. Destas, 48% são mulheres. No Brasil, estudos do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) mostram que é cada vez maior a participação feminina na composição da renda das famílias rurais. São mais de 14 milhões de mulheres no meio rural, representando 48% da população destas áreas, que estão contribuindo mais com as contas da casa e aumentando a própria renda. Segundo o Instituto, a participação das mulheres na renda familiar do campo é de 42,4%, sendo o Nordeste a região onde a colaboração monetária é maior (51%). Em 2000, de acordo com o IBGE, as mulheres chefiavam 24,9% dos 44,8 milhões de domicílios particulares. Em 2010, essa proporção cresceu para 38,7% dos 57,3 milhões de domicílios - aumento de 13,7%.

De acordo com o IBGE, 24,8% das mulheres rurais brasileiras são responsáveis por famílias (únicas ou conviventes).  Entre os estabelecimentos comerciais, 12,68% têm mulheres como responsáveis e 16% dos estabelecimentos da Agricultura Familiar são dirigidos por mulheres.

Neste Dia Internacional da Mulher, a Anater felicita a todas as mulheres brasileiras, especialmente as mulheres rurais, e reitera seu compromisso em trabalhar na formulação de projetos que possam contribuir para a promoção e fortalecimento da participação feminina na agricultura familiar, para que estas continuem sendo protagonistas nessa atividade que é a principal produtora dos alimentos que chegam diariamente à mesa dos brasileiros, e que é tão importante para a sobrevivência da humanidade.

Link
Tags »
Anater destaca protagonismo da mulher rural na produção de alimentos
Notícias Relacionadas »
Comentários »