11/04/2017 às 12h09min - Atualizada em 11/04/2017 às 12h09min

171 cidades mineiras se reúnem em evento voltado para fortalecimento do combate às drogas no interior

Secretaria de Segurança Pública realiza Simpósio Estadual dos Conselhos Municipais de Políticas sobre Drogas e reúne cerca de 500 pessoas em BH

SEGOV - Governo de Minas - Central de Imprensa/Fotos: Marcelo Sant’Anna/Imprensa MG

Cerca de 500 pessoas vindas de mais de 150 municípios mineiros estão em Belo Horizonte nesta segunda-feira, 10.04, participando do Simpósio Estadual dos Conselhos Municipais de Políticas sobre Drogas (Comad’s), promovido pela Secretaria de Estado de Segurança Pública (Sesp), por meio da Subsecretaria de Políticas sobre Drogas (Supod).

O principal objetivo do simpósio é aproximar o Governo do Estado e os conselhos municipais na união de esforços para desenvolver políticas públicas de prevenção ao uso de drogas. Esta é a primeira vez que representantes dos Comad’s de centenas de municípios mineiros se reúnem para trocar experiências e debater estratégias no combate ao uso de drogas. Além de representantes de Conselhos hoje ativos, o Simpósio reúne, também, profissionais ligados à área de drogas de municípios mineiros com interesse na criação ou reativação de Comad´s.

Augusto Paiva Montandon, de 58 anos, viajou 370 quilômetros para participar do evento e contribuir com o debate sobre as políticas públicas sobre drogas no estado. Ele veio de Araxá, onde preside o conselho municipal, que existe desde 2005. Ex-usuário de álcool, Montandon conta que a participação da sociedade na luta diária contra o uso de drogas é essencial para o fortalecimento das ações de combate.
Em Araxá, segundo ele, o Comad já chegou a realizar cerca de dez atendimentos diários. “Hoje, mesmo com um número maior de parceiros na rede, como o Centro de Atenção Psicossocial (Caps), o número de atendimentos diários ainda é elevado. O número de familiares de usuários que nos ligam ou nos procuram diariamente para pedir orientações é grande”, disse Augusto.

Além dos atendimentos e encaminhamentos, o Comad de Araxá também realiza palestras de prevenção desde 2013. “Somos atuantes nas escolas públicas municipais e estaduais. Realizamos palestras durante todo o ano e ações preventivas nas ruas, distribuindo materiais e orientando a população. Para nós é muito importante estar aqui nesta capacitação. Precisamos deste apoio para que possamos continuar desenvolvendo nosso trabalho no município”, ressaltou Montandon.

Para o secretário adjunto de Segurança Pública, Aílton Lacerda, não há espaço para divergências políticas ou ideológicas quando o assunto é políticas sobre drogas. “O desafio nos impõe esse consenso: busca de ideias comuns para que possamos superar estes desafios. Em Minas Gerais, 60% dos usuários de drogas são da faixa de 12 a 17 anos. E mais, 17% desses dependentes tem idade entre 5 e 12 anos. Isso representa uma preocupação enorme. Os nossos jovens estão iniciando nos vícios cada vez mais cedo. Se não atuarmos na prevenção, o futuro de Minas estará comprometido. Estamos aqui para alinhar ideias e efetivar propostas e, assim, avançarmos no combate e prevenção ao uso de drogas”, ressaltou Aílton.

Subsecretária de Políticas Sobre Drogas 

E é com este objetivo, o de pensar conjuntamente em ações e planejamentos para a área, que a Supod optou por reunir em um só evento Comad’s de centenas de cidades mineiras. Segundo a subsecretária de Políticas sobre Drogas, Patrícia Magalhães “não é possível construir políticas públicas sem conselhos ativos nos municípios. O trabalho que cada conselho desempenha subsidia o governo de informações para que possamos pensar em políticas e alternativas de ações”.
 
Programação

O seminário recebe, além de outros palestrantes, Sérgio Duailibi, pesquisador que falará sobre o atual cenário da política pública sobre droga no Brasil. Doutor em Ciências da Saúde pela Universidade Federal de São Paulo, Duailibi apontará os caminhos percorridos pelos governos estaduais e municipais no combate ao uso de drogas. Já Daniela Mello Haikal, professora e pesquisadora da Faculdade de Direito da Universidade Federal de Minas Gerais, falará sobre Conselhos Gestores de Políticas Públicas: democracia e controle social.
 
Comad’s

Ativos em 144 municípios de Minas Gerais, os Comad’s são órgãos de interesse público, que assessoram o gestor municipal no planejamento e execução de políticas sobre drogas. Pela legislação eles devem ser constituídos por representantes dos órgãos do governo municipal que desenvolvam atividades diretamente ligadas ao tema drogas, como por exemplo, a Secretaria de Educação, de Saúde, de Segurança Pública, Conselho Tutelar, da Criança e do Adolescente, do Trabalho e Emprego, de Esporte e Lazer e de Assistência e Ação Social.
 
Supod

Em Minas, a Supod é a responsável pela interlocução com os municípios, por meio dos Conselhos Municipais de Políticas Públicas sobre Drogas, que fortalecem a participação da sociedade, exercendo o controle social de forma dinâmica e efetiva.

Link
Tags »
171 cidades mineiras se reúnem em evento voltado para fortalecimento do combate às drogas no interior
Notícias Relacionadas »
Comentários »