20/04/2017 às 09h59min - Atualizada em 20/04/2017 às 09h59min

Jogo histórico do Ribeiro Junqueira no Maracanã completa 60 anos

Mais de 137.000 pessoas vibraram com o rubro negro leopoldinense

João Gabriel Baia Meneghite

Registro fotográfico do jogo entre Brasil e Peru - ao fundo se vê parte da multidão de 137.522 torcedores.

Em 21 de abril de 1957 os atletas do Esporte Clube Ribeiro Junqueira tiveram um momento marcante em suas vidas, ocasião em que foram ovacionados por 137.522 torcedores no Maracanã. O motivo de tantas pessoas no estádio: assistir ao jogo da Seleção Brasileira, que venceu o Peru por 1x0, nas eliminatórias para a Copa do Mundo da Suécia. No ano seguinte, o Brasil ganhou o seu primeiro título mundial.

Naquela época era comum a realização de amistosos que antecediam os confrontos principais, a exemplo do jogo entre Brasil e Peru. Havia uma grande expectativa dos brasileiros para assistir o duelo entre as seleções no Maracanã, mas também eles queriam ver o Ribeiro Junqueira, conhecido em toda região sudeste do Brasil por vencer com facilidade grandes equipes do futebol nacional.

Os jornais eram enfáticos ao anunciar o primeiro jogo do Ribeiro Junqueira no Maracanã contra a equipe do Grêmio Recreativo Tyresoles: “O tricampeão da Zona da Mata é conhecido dos cariocas através do noticiário frequente de nossos jornais, dando-nos conta das vitórias obtidas sobre equipes da nossa primeira divisão”, noticiou o Diário de Notícias na página 3, suplemento esportivo de 21 de abril de 1957.

Os números expressivos de torcedores que assistiram o jogo do Ribeiro Junqueira no Maracanã, pode ser considerado um dos momentos mais emocionantes na história do clube. Naquela ocasião, o time de Leopoldina ganhou simpatia dos torcedores, por causa do uniforme semelhante ao do Flamengo. No decorrer da partida, o futebol envolvente do rubro negro leopoldinense também conquistou outros torcedores, arrancando aplausos de todos.

Consultamos publicações na Biblioteca Nacional e entrevistamos personagens dessa história, recuperando fragmentos de um dia marcante para o futebol leopoldinense. Dos que estão vivos, conversamos com Francisco José Guimarães Barbosa (Zé Chico), Dirceu Francisco (Pantera), Aimar Nogueira de Abreu (Marinho) e Jorge de Souza Pacheco.

Apesar das dificuldades de recordar de um jogo que aconteceu há 60 anos, os entrevistados revelaram detalhes importantes, contribuindo para que a história fosse registrada para pesquisa de futuras gerações.

O jornal Leopoldinense trará em sua Edição Especial comemorativa ao aniversário de Leopoldina uma página dupla com entrevistas e mais detalhes da partida que o Ribeiro Junqueira venceu por dois a um o time do Tyresoles. O jornal impresso circulará no dia 27 de abril. 

Link
Tags »
Jogo histórico do Ribeiro Junqueira no Maracanã completa 60 anos
Notícias Relacionadas »
Comentários »