06/11/2017 às 16h29min - Atualizada em 06/11/2017 às 16h29min

“Piacatuba foi uma grande descoberta”, diz produtor de cinema.

Possibilidades cenográficas atraem produções para o distrito

Edição: João Gabriel Baia Meneghite

Vista panorâmica do distrito de Piacatuba - Foto: João Gabriel B. Meneghite
O sítio eletrônico do Polo Audiovisual da Zona da Mata publicou uma matéria sobre as produções que estão movimentando a região, principalmente no distrito de Piacatuba, município de Leopoldina, onde foi gravada uma série de TV denominada ‘Árvore dos Araújos’. Atualmente, o local está recebendo equipes do filme ‘Maria do Caritó’, trama que tem como protagonista a atriz Lilia Cabral.

O produtor executivo Breno Nogueira, da série ‘Árvore dos Araújos’ – que foi filmada no mês de agosto, na Fazenda Vargem Grande, comentou que a experiência de gravar na região foi fantástica. “Piacatuba foi uma grande descoberta: um local lindo, com uma população que nos recebeu muito bem e uma possibilidade cenográfica a ser descoberta. Inesquecível!”, exclamou.


Nos últimos meses, a equipe do filme “Maria do Caritó” visitou a região para identificar locações, com destaque para os distritos de Sinimbu e Glória, em Cataguases, e Piacatuba e Abaíba, em Leopoldina. O grupo composto por atores, direção e produção já está hospedado em Piacatuba, onde foi montada toda uma estrutura para as filmagens.  

Os moradores do distrito estão encantados com a simpatia e carinho da atriz Lilia Cabral para com os seus fãs. “Ela caminha pelo distrito, conversa com as pessoas e é muito atenciosa. Piacatuba está linda e recebendo de braços abertos toda equipe de ‘Maria do Caritó’”, comentou uma moradora.

Em vídeo publicado no Canal da ‘EH! Filmes’ no Youtube, a atriz faz um convite para seguirem ‘Maria do Caritó’ no Instagram, onde são publicadas fotos e vídeos dos bastidores da gravação. "é uma peça de muito sucesso que agora vai se transformar em filme. Criamos um Instagram para que todos participem do processo, desde agora até o lançamento do filme. Entra lá, põe suas impressões, troque informações com a gente, vai ser muito legal. Vão lá no Instagram: mariadocaritoofilme”, comentou.

Para 2018, outras produções já estão em prospecção e deverão ser agendadas as filmagens na região.

“MARIA DO CARITÓ”

É uma comédia baseada na peça homônima do dramaturgo Newton Moreno, grande sucesso nos teatros em 2016. Na direção, João Paulo Jabur e na produção de Elisa Tolomelli e Thais Mello da produtora Eh!Filmes do Rio de Janeiro. A trama tem como protagonista a atriz Lilia Cabral, que já viveu a Maria do Caritó nos palcos.

Com locações nos distritos de Sinimbu e Glória,em Cataguases,e Piacatuba e Abaíba, em Leopoldina, a produção terá início em novembro com participação de profissionais do Rio de Janeiro e da Zona da Mata. A pré-produção já mobiliza, desde setembro, uma equipe de produtores e técnicos do longa.
Sinopse: Caritó é a pequena prateleira no alto da parede, ou nicho nas casas de taipa, onde as mulheres escondem fora do alcance das crianças, o carretel de linha, o pente, o pedaço de fumo, o cachimbo. E assim, ficar no caritó é como quem diz que ficou na prateleira, sem uso, esquecida, guardada intacta.
 
Árvore dos Araújos

Segundo informações do Polo Audiovisual da Zona da Mata, a série “Árvore dos Araújos” tem previsão de lançamento no final do primeiro semestre de 2018, com 26 episódios, que aborda temas pertinentes às relações familiares, como primeiro e segundo casamentos, união estável, relações inter-raciais, adoção, relação padrasto e enteado, divórcio, solteirice, casamento entre pessoas do mesmo sexo e dupla maternidade, dentre outros formatos.

Na direção, Alfredo Alves, e na produção Frederico Pequeno e Breno Nogueira, respectivamente, Diretor de Produção e Produtor Executivo, ambos da Dromedário Cinema e Vídeo, produtora com sede em Belo Horizonte. A produção envolveu cerca de 70 pessoas da região, com destaque para a participação em setores da direção de arte, produção executiva, fotografia, figurino, maquinaria e áudio, preparador de elenco, e elenco infantil, com participação de três crianças locais.

 Com informações do Polo Audiovisual da Zona da Mata Mineira

Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »