23/03/2018 às 00h05min - Atualizada em 23/03/2018 às 00h05min

HALITOSE TEM SOLUÇÃO

BUSQUE AJUDA COM UM BOM PROFISSIONAL MAU HÁLITO TEM CURA

HALITOSE OU MAU HÁLITO Você sabe o que é halitose? As causas da halitose e como combatê-la? Hoje vamos falar um pouquinho sobre este assunto, o mau hálito que tanto traz desconforto no meio sócio-familiar, com uma abordagem no campo odontológico. Halitose é o odor forte e desagradável proveniente do ar que expiramos. Muito se ouviu falar que é de origem estomacal, sendo que isto ocorre em raros casos de diverticulose esofágica, podendo deixar o paciente com um hálito de característica ácida, mas passageira. São vários os fatores que podem causar o mau hálito, sendo que cerca de 90% de sua causa é originado na cavidade oral por bactérias que digerem restos alimentares e liberam gases contendo substratos de enxofre.

Entre outros fatores associados podemos citar: tipo de alimentos, ingestão de bebidas alcoólicas, fumo, infecções gengivais, dentes cariados, amigdalites, sinusites, saburra lingual, higiene oral insatisfatória, dentes semi-inclusos, ferida cirúrgica intra-oral, baixo fluxo salivar, diabetes descompensada, insuficiência renal e hepática, alterações hormonais, constipação intestinal, pneumonias, hipoglicemia e uso de medicamentos. Geralmente a própria pessoa não percebe o seu mau hálito, sendo de grande valia a percepção de um familiar ou um amigo. O diagnóstico é realizado com o Cirurgião-Dentista que fará um estudo com o levantamento do histórico médico do paciente e um exame clínico minucioso para a identificação dos problemas que estão causando este desconforto. -COMO COMBATER O MAU HÁLITO: Uma vez diagnosticada suas causas, o Cirurgião-Dentista poderá indicar o tratamento adequado, realizando a adequação da saúde bucal com o tratamento odontológico necessário.

O paciente recebe orientações para que realize a correta higienização dos dentes, língua, gengivas e mucosas da cavidade oral com frequência regular em sua casa, sob uso de produtos específicos como creme dental medicinal fluoretados, escovas especiais, enxaguantes, etc. por período de acompanhamento do profissional. Vale lembrar, que apenas o uso de antisépticos para bochechos não solucionam o problema, tendo um efeito minimamente temporário.

A eficácia está na higienização adequada realizada em casa sob a orientação profissional e com regularidade para manter a boa saúde bucal Faça uma consulta com profissional especializado para indicar o melhor tratamento.

*****5S -Dr Marco Aurélio de Figueiredo -Dr Dino Enrico Piccioni -Dra Daniela Monteiro Lobo PARA O JORNAL DA FAMÍLIA POR CIRCUITO FASHION MODA E MODOS. CIRCUITO FASHION MODA BELEZA SAÚDE COMPORTAMENTO COM DANIELA LOBO JORNAL LEOPOLDINENSE MINAS GERAIS BRASIL .


Link
Tags »
Relacionadas »
Comentários »