28/02/2018 às 22h22min - Atualizada em 28/02/2018 às 22h22min

OUSE USE ABUSE USE A CABEÇA USE CHAPÉU

CHAPÉU É CHIQUE É CASUAL É ESTILO E ATITUDE

CHAPÉU É CHIQUE É CASUAL É ESTILO ÉATITUDE "Como e quando usar chapéu?" - SIMPLES: "SEMPRE QUE QUISER OUSAR ABUSAR USAR SUA LIBERDADE FASHION". -Enfeite sua cabeça: aprenda a usar chapéu Uma coisa é fato: brasileiras não têm hábito de usar chapéu. Talvez seja algum motivo cultural; nos anos 20 era comum e, com o passar do tempo, se tornou coisa de vovó. Entretanto não podemos negar que a moda chegou tímida há, talvez, dois anos e tem ganhado força a cada verão. Em cidades litorâneas, eles são vistos com mais frequência.

Nas demais, nem tanto. Atualmente, as mulheres que usam chapéus são consideradas mais ousadas no que diz respeito ao visual. O que não deixa de ser verdade. Incluir esse acessório na produção é garantia de sucesso. Ou vai dizer que uma mulher andando, por exemplo, no centro de alguma cidade não chama atenção? Em muitos casos, o chapéu torna o look tão diferenciado que a mulher fica poderosa. Porém, mais que um adorno, é bom lembrar que o uso desse acessório é muito importante em um país como o nosso. Ele é essencial para manter a pele bonita e, sobretudo, saudável.

Ao lado do filtro solar, o chapéu, que pode ser até um simples boné, deveria fazer parte do nosso dia a dia, principalmente nessa estação, em que o sol está sempre ali, pronto para queimar nossa pele. Se você ainda não experimentou, mas morre de vontade de arriscar, aproveite a estação mais quente e inove! Antes de sair por ai comprando qualquer tipo de chapéu, saiba que não é colocar um na cabeça e pronto. Como qualquer outra peça do guarda roupa, o chapéu precisa combinar com o restante da produção, o momento e, principalmente, com a personalidade de quem vai usá-lo.

A ideia é usar o chapéu e ficar naturalmente charmosa, e não parecendo que pegou o acessório emprestado, certo? -Dicas iniciais: USE O BOM SENSO E LIBERTE SEUS CONCEITOS. Mas antes de apresentar os modelos, vou dar algumas dicas. A primeira delas é super útil antes de comprar a peça: o tamanho adequado. Para descobrir qual a medida ideal para você, basta pegar uma fita métrica e dar uma volta na cabeça, na altura da testa, cerca de dois dedos acima da ponta da orelha. Pronto, o resultado é o tamanho que você deve comprar. Usar chapéu também tem suas regrinhas. Se você é baixinha, fuja dos que tem aba muito grande.

O mesmo vale para quem tem rosto pequeno. Já as grandonas podem abusar das abas, uma vez que os menores não vão nem aparecer. Magrinhas e cheinhas também devem ficar de olho nessa regra; aba pequena para a primeira e maior para a segunda. Assim não tem como errar. Evite acessórios que vão disputar a atenção com o chapéu, como brincos e colares muito grandes. Eles podem sim fazer parte da produção, mas seja crítica e veja se não está com elementos demais próximos à sua cabeça. Na dúvida, fique somente com o chapéu. Se sua intenção é causar, então use o chapéu como contraste. Lembra da história do “Color Block”? Vale também para o adorno. Agora, se quer somente como um complemento, faça a inversão de cores, ou seja, se a roupa for colorida, chapéu em tons neutros. Para chapéu colorido, roupa neutra. Escolher chapéu no tom do cabelo também é uma ótima pedida para não ficar chamativo.

Está em seu “Bad Hair Day”? Não se preocupe, o chapéu resolve esse pequeno problema para você em instantes! -Panamá O primeiro da lista é o que está fazendo maior sucesso. Originalmente fabricado em palha especial, o chapéu Panamá (que não é produzido no Panamá, e sim no Equador), é o mais democrático. Pode ser usado por baixinhas, grandonas, por quem tem cabelo comprido ou curto. E ele é o mais despojado de todos. Em geral, tem tons neutros, em bege ou branco, o que permite combinar com várias cores e estilos. Quer um exemplo? Calça jeans escura, camiseta branca e uma sapatilha ficam ótimos com um chapéu Panamá. Listras então deixam o look despojado. Se quiser modificá-lo um pouco, basta colocar um lenço ou fita colorida em volta que você terá um Panamá exclusivo. Mas não abuse muito.

O Panamá é para ser usado preferencialmente de dia e no verão, mas nada impede de usar em outros horários e estações. Tudo questão de bom senso. -Floppy Esse modelo consegue unir o chique ao despojado. Com abas maiores e um pouco estruturadas, o que confere um movimento ao adorno, ele deixa os olhos um pouco mais escondidos devido à sombra. Assim, a mulher fica com ar misterioso e muito feminino. O chapéu Floppy tem a cara do verão (e por isso devem ser usados somente de dia). São encontrados nas mais diversas cores e em materiais como feltro, tecido e palha. Eles combinam com diversos estilos, até mesmo com salto alto. Combinar com vestido de flores e uma sandália em nude fica um charme. Se quiser algo mais formal, experimente com calça de alfaiataria e uma blusa lisa.

O Floppy é mais indicado para mulheres que tem cabelos longos e não são tão baixinhas. Mas se você quiser mesmo um e não tiver tanta estatura, é só procurar com calma que encontra alguns com abas um pouco menores. Está acima do peso? Então esse é o chapéu correto para você! -Fedora Usado tanto por homens como mulheres, o chapéu Fedora tem aba menor, reta na frente e dobrada para cima na parte traseira. Em geral são feitos de material mais pesado e em cores escuras, influenciando mais no estilo. Por isso, a roupa não deve ser tão despojada. O mesmo vestido de flores do Floppy, por exemplo, não combina o Fedora. Mas, se o vestido for preto e estiver acompanhado de um sapato bonito e uma bolsa com algum elemento em metal, é certeza que ficará ótimo. Shorts, calças jeans, camisas, colares compridos.

Tudo isso cai bem com um Fedora. Como a moda evolui todos os dias, alguns modelos de Fedora já podem ser encontrados de outras cores. Dessa forma, a combinação se amplia, fazendo com que você aumente o leque de opções. A etiqueta diz que chapéu pode ser usado somente até às 18h.

Porém, muitas pessoas têm abusado do Fedora para complementar o look da balada. E não tem ficando feio, não. Esse estilo de chapéu combina com brilhos e o tamanho da aba favorece o uso à noite, inclusive em locais fechados. Para o inverno, o Fedora é uma ótima opção, já que também esquenta a cabeça. "TODOS PODEMOS CRIAR NOSSO ESTILO." "CHAPÉU É PARA TODOS SEM EXCESSÃO." Inspire-se... "USE OUSE ABUSE USE " "A LIBERDADE FASHION VALE PARA TODOS ."

CIRCUITO FASHION MODA BELEZA SAÚDE COMPORTAMENTO COM DANIELA LOBO MODA E MODOS COM DANIELA LOBO *****5S POR: -DR MARCO AURÉLIO DE FIGUEIREDO -DR DINO ENRICO PICCIONI _DRA DANIELA MONTEIRO LOBO PARA O JORNAL DA FAMÍLIA O JORNAL LEOPOLDINENSE LEOPOLDINA MG BRASIL




 
Link
Tags »
Relacionadas »
Comentários »