28/05/2015 às 09h51min - Atualizada em 28/05/2015 às 09h51min

MAIS CONHECIMENTO

Uma pesquisa recente realizada pelo Datafolha encomendada pelo Greenpeace, uma organização internacional de preservação da natureza, com 2100 indivíduos de mais de 16 anos, verificou que 95% das pessoas entrevistadas acreditam que as mudanças climáticas globais estão afetando o país.  90% acreditam que a crise hídrica e a crise energética que ocorre atualmente no pais também é consequência das mudanças climáticas e quase a metade, 48%, acham que o Governo faz menos que deveria para enfrentar o problema.  Em relação aos demais questionamentos, a pesquisa perguntou se as mudanças climáticas causavam preocupação para a família e 85% responderam que sim. Mas, o final da pesquisa mostrou que apenas 28% dos entrevistados informaram que estavam bem informados sobre o assunto, ou seja, 72% não sabiam bem o que é o aquecimento global.

Estes resultados nos levam a algumas conclusões, mas principalmente sobre a percepção da população em relação as mudanças climáticas. Com a grande quantidade de informações contraditórias que somos bombardeados todos os dias pelas redes sociais, rádios, televisão, está ficando cada vez mais difícil chegar a conclusões sobre vários assuntos, dentre eles, as mudanças climáticas. Isto acontece porque muitos tomam como verdade absoluta as informações que absorvem dos veículos de comunicação, mas a grande maioria das pessoas não está preparada para julgar algumas informações e interagi-las em um contexto global.

É importante que as pessoas cheguem as suas próprias conclusões amparadas nas informações técnicas que devem ser transmitidas pelos  veículos de comunicação de forma clara, correta e principalmente em uma linguagem simples para que possa ser compreendida, analisada de forma crítica com conclusões pessoais mais consistentes.  Por conta disto é importante que os professores, pesquisadores divulguem as suas pesquisas e informações não apenas para os seus colegas de profissão em congressos e eventos científicos específicos onde todos sabem o que é uma “Ribulose bifosfato carboxilase oxigenase”, mas também para o público leigo em uma linguagem mais simples onde todos, possam compreender o evento sem necessariamente saber sobre cada uma das enzimas e seus respectivos nomes.

Este trabalho, que parece simples, mas não é, chama-se popularização da ciência.  Uma forma de se levar até a sociedade os avanços da pesquisa científica no Brasil e no Mundo de forma clara, simples e objetiva. Discutir aquecimento global é complexo pois nem mesmo os cientistas chegaram a um consenso sobre o tema, mas outras informações científicas como o desenvolvimento de novas plantas, vacinas, combates a parasitas e preservação ambiental são concretas e muitas já fazem parte do nosso dia a dia.

O conhecimento cientifico deve ser compartilhado com todos, principalmente com os que tem interesse pelas novidades e inovações tecnológicas, afinal, a qualquer momento podemos despertar o cientista que existe dentro de cada um de nós. 

Link
Tags »
Relacionadas »
Comentários »