11/08/2015 às 13h18min - Atualizada em 11/08/2015 às 13h18min

“MERGULHAR”, EM TEU AMOR!...

E... eu te amei!

De um jeito lacônico, no início,

Não sabia o que era sentimento...

Mas gostei de você

De uma forma que não imaginava,

E quando longe, me consumia,

Os seus olhos, o seu sorriso,

Estavam em mim!

E assim, quem me contemplava, te via,

Com a beleza ímpar de “quem ama”,

Se falavam comigo, só ouviam

A doçura da tua voz...

E, na delicadeza dos teus passos,

A cadência dos meus,

Corria para o teu abraço.

Como te amei... e inda amo!

Mas a Vida parece “pregar-nos peças”,

Estando mesmo no espaço indizível e único,

Como te ver!? Mirar outra vez “teus olhos”??!

Vou ficar aqui de “vontade e de saudade”,

Toda vez que, “querendo te reencontrar”,

Apenas vou “fechar os olhos”

Para te fazer existir...

E assim “mergulhar” em teu amor!...

Link
Tags »
Relacionadas »
Comentários »