27/08/2015 às 07h14min - Atualizada em 27/08/2015 às 07h14min

TUA VISÃO

Cláudio Araújo

Numa cama silenciosa e muda,

Um corpo de Mulher,

A melhor forma de expressão da vida.

De repente fitou-me e estendeu-me

Suas mãos lindas e delicadas...

Como eu estremeci de emoção!!

Nesse toque senti dos seus dedos

Emanarem a mais indescritível carícia.

Percebi, como nunca naquele instante,

O brilho dos teus olhos,

Muito existir em forma de tua visão.

Como aqui expressá-la!?...

E vi, sem nada poder, o teu corpo trêmulo,

A resistência ímpar dos teus orgãos...

Como não me emocionar!?

Tua voz fraca, mas audível... que bela canção:

"Meu neto querido"!

E, mais uma vez tive a certeza... estás viva!?

(*) Autor dos Livros de Poesias: Horizontes de Liberdade e Fé(1999) - Estrada de Infinito e de Paz(2001) - Alumbramentos D´Alma(2010) - Antologia Poética Nacional "Poesias Encantadas", Vol. I,(2010) Vol. IV(2012) Vol. VII(2014) - Antologia Nacional Talento Poético(2015) - Antlogia Internacional Asas da Liberdade, "Desde o Brasil até o Chile em Verso e Prosa"(2013) - Colaborador da Imprensa Escrita do Estado de Sergipe e Além Fronteiras(1982/2015) - Sócio e Fundador do Clube dos Poetas Estanciano, Lei 19/1991, Entidade de Utilidade Pública do Município de Estância(Se), Fundado em: 24 de Fevereiro de 1991.

Link
Tags »
Relacionadas »
Comentários »