24/04/2016 às 00h00min - Atualizada em 24/04/2016 às 00h00min

NÓS... ESPELHOS!

Cláudio Araújo
Diante de desatinos tantos Como compreender o imprevisível E o ocaso!? Pensamos saber de tudo, Queremos provações e dores, Inventamos o Amor e a Paixão Um misto de sofrimentos e a compaixão De nós mesmos. Diante de ti sou o seu "espelho"! E não adianta me fazer sofrer, Mas, queres me amar!? Nos vemos em nossas próprias "encruzilhadas", Quantas vezes "o pensar em você" Nos prega peças? E imagino tua silhueta vindo, Meus braços a querer te envolver, Te seduzir, te abraçar. Meus lábios sôfregos a buscarem os teus. Te contemplo e te sinto Dentre as minhas necessidades. As linhas do teu rosto, todos os detalhes Ímpares do teu corpo, as tuas "vontades" Que " ninguém mais", como eu, Conhece em profundidade. E, diante do espelho do Existir, Querer como nunca "estejas aqui", É o clarão de luz refletido Na moldura do espelho, Que refletirá para sempre todos os momentos, Que todos os dias vou constante "Estar vivenciando" com você. (*) Autor dos Livros de Poesias: Horizontes de Liberdade e Fé(1999) - Estrada de Infinito e de Paz(2001) - Alumbramentos D´Alma(2010) - Antologia Nacional "Poesias Encantadas", Vol. I(2010), Vol. IV(2012), Vol. VII(2014) - Antologia Nacional Talento Poético(2015) - Grupo Poemas do Brasil(2015) - I Antologia dos Escritores Aracajuanos e Convidados(2015) - I Antologia Poética de Sergipe Poetizando A Vida(2015) - Antologia Internacional Asas da Liberdade, "Desde o Brasil até o Chile em Verso e Prosa(2013) - Sócio e Fundador do Clube dos Poetas Estanciano, Entidade de Utilidade Pública Municipal e Estadual, Leis: 819/1991 e 8.092/2016 Fundado em: 24 de Fevereiro de 1991 - Grupo Café Poético & Sarau(2015) - Colaborador da Imprensa Escrita do Estado de Sergipe e Além Fronteiras(1982/2016).
Link
Tags »
Relacionadas »
Comentários »