13/05/2016 às 20h31min - Atualizada em 13/05/2016 às 20h31min

ABRAÇO

Cláudio Araújo
A cada dia um abraço, um aconchego,
Gestos esboçados, sorrisos aflorados
Num gostar demonstrado ao extremo,
Braços se dão, bocas se beijam
Pelo simples prazer do sentir,
Na quentura dum aperto, o misturar de energias,
No querer para ti o melhor.
E, nos detalhes percebo, naqueles momentos únicos,
Como somos todos carentes!
E ser dengados é o que vai em todo Imo.
Num dia o primeiro, quem sabe o último...
Nos encontramos indissolúveis e unos.
Apenas celebramos "O Amor"!...
(*) Autor dos Livros de Poesias: Horizontes de Liberdade e Fé(1999) - Estrada de Infinito e de Paz(2001) - Alumbramentos D´Alma(2010) - Antologia Poética Nacional, "Poesias Encantadas". Vol. I(2010), Vol. IV(2012), Vol. VII(2014) - Antologia Nacional Talento Poético (2015) - I Antologia de Escritores Sertanejos(2016) - I Antologia dos Escritores Aracajuanos e Convidados(2015) - I Antologia Poética de Sergipe Poetizando A Vida(2015) - Grupo Poemas do Brasil(2015) - Grupo Sociedade Artistas dos Brasil(2015) - Grupo Café Poético & Sarau(2015) - Antologia Internacional Asas da Liberdade,"Desde o Brasil até o Chile em Verso e Prosa"(2013) - Colaborador da Imprensa Escrita do Estado de Sergipe e Alem Fronteiras(1982/2016) - Sócio e Fundador do Clube dos Poetas Estanciano, Entidade de Utilidade Pública Municipal e Estadual, Leis: 819/1991, e 8.092/2016, Fundado em: 24 de Fevereiro de 1991.
Link
Tags »
Relacionadas »
Comentários »