18/05/2016 às 17h31min - Atualizada em 18/05/2016 às 17h31min

CARÊNCIAS EXTREMAS!?...

Cláudio Araújo
Você surgiu!?...
Como os raios do Sol
Que aponta e aquece o horizonte.
E nalgum lugar este ser
Sabia que respiravs, o frescor
Do teu rosto, a singeleza dos teus passos,
A maciez da tua pele... como posso sentí-la!
E o que dizer da tua voz,
Dos teus cabelos revoltos, que ressuscitam-me!
E singro na singeleza das tuas palavras,
Das sílabas de "carências extremas",
Como já chorastes e como queres ser amada!?
E levo-lhe a tempos em meus pensamentos,
Agora que te conheci, sei que foi há anos.
Como a mais bla prece, "eu te invoco",
Agradeço simplesmente por existiresm
Por seres do jeito que és!?
Andar sempre na correção
De quem ouve o seu próprio coração,
Querendo amar... e se dar sem reservas.
Surgistes para mim!?!?...
(*) Autor dos Livros de Poesias: Horizontes de Liberdade e Fé(1999) - Estrada de Infinito e de Paz(2001) - Alumbramentos D´Alma(2010) - I Antologia dos Escritores Sertanejos(2016) I Antologia dos Escritores Aracajuanos e Convidados(2015) - I Antologia Poética de Sergipe Poetizando A Vida(2015) - Antologia Internacional Asas da Liberdade, "Desde o Brasil té o Chile em Verso e Prosa(2013) - Antologia Nacional, "Poesias Encantadas" Vol. I(2010), vOL IV(2012),Vol. VII(2014) - Antologia Nacional Talento Poético(2015) - Grupo Café Poético & Sarau(2015) - Grupo Sociedade Artistas do Brasil(2015) -  Grupo Poemas do Brasil(2015) - Colaborador da Imprensa Escrita do Estado de Sergipe e Além Fronteiras(1982/2016) - Sócio e Fundador do Clube dos Poetas Estanciano,Entidade de Utilidade Públicas Estadual e Municipal, Leis: 819/1991 e 8.092/2016, Fundado em: 24 de Fevereiro de 1991.
Link
Tags »
Relacionadas »
Comentários »