22/10/2016 às 22h01min - Atualizada em 22/10/2016 às 22h01min

Uma intérprete de alma verde, rosa e marrom: Alcione

WALDEMAR PEDRO ANTÔNIO
                Cantinho  Musical   reservou  este  espaço  para  homenagear  uma  das  maiores  intérprete  do nosso  cancioneiro . Trata-se  de  uma  cantora  que  carrega  em  seu  rótulo  a  maravilhosa  e  luzente  policromia  de  VERDE  ,  ROSA  e  MARROM  :  ALCIONE .

      Alcione Dias Nazareth nasceu em São  Luís  do  Maranhão ,  no dia 21 de novembro de 1947 .  Cantava em bares e boates em várias cidades do Maranhão. Querendo alcançar rumos maiores, Alcione mudou-se para o  Rio  de  Janeiro  em  1976 . Não conhecia nada no Rio e quem a ajudou a se estabelecer foi seu amigo, o cantor Everardo. Com ajuda dele também, Alcione começou cantando na noite, em boates e  bares da cidade. Começou a se inscrever em programas de calouros, e foi sendo chamada para se apresentar. Venceu as duas primeiras eliminatórias do programa  A Grande Chance, de  Flávio Cavalcanti .  Identificando-se com o samba, desde cedo tornou-se fervorosa simpatizante da  Mangueira, Escola que reunia grandes sambistas na capital do Rio. 


Ganhou o apelido de Marrom, com o qual também é conhecida, e o primeiro grande sucesso foi  “  Não Deixe o Samba Morrer “ . Faremos  ,  a  partir  de  agora ,  uma  seleção  de  sucessos  musicais  que  se  consagraram  na  possante  e harmoniosa  voz  da  nossa  MARROM . Iniciaremos  com  o  metassamba  ( samba cujo tema  é  o  próprio samba )  que foi  o  seu  primeiro  sucesso , composição de  Edson  Gomes  da  Conceição  e  Aloísio  Silva , entoada na  voz  maravilhosa  de  Alcione : “  NÃO  DEIXE  O  SAMBA  MORRER  “  .  [ “  /  Não deixa o samba morrer / Não deixa o samba acabar / O morro foi feito de samba / De samba para gente sambar / Quando eu não puder pisar mais na avenida / Quando as minhas pernas não puderem aguentar / Levar meu corpo, junto com meu samba / O meu anel de bamba, entrego a quem mereça usar / (BIS) / Eu Vou ficar / No meio do povo / Espiando / Minha escola perdendo ou ganhando / Mais um carnaval / Antes de me despedir / Deixo ao  sambista mais novo / O meu pedido final / . “  ]   .

Os que viveram em  décadas  passadas curtiram  esta  canção , porque desfilarão em  suas  memórias cenas  que  não  se  apagaram e que  retornam vivificadas em  seus  pensamentos .  Por  “ Cidade Maravilhosa , entendemos  tudo  o  que  marca  uma  época de  belas  paisagens . O  conceito  desta  canção  , composta  por  Chico  Anísio  e  Nonato  Buzar , com magnífica interpretação de Alcione ,  é puramente  sentimental , desfilando  em  uma   narrativa  saudosa as  lembranças  maravilhosas de  um  “  RIO   ANTIGO  “      [ “ / Quero um bate-papo na esquina / Eu quero o Rio antigo / Com crianças na calçada / Brincando sem perigo / Sem metrô e sem frescão / O ontem no amanhã / Eu que pego o bonde 12 de Ipanema / Pra ver o Oscarito e o Grande Otelo no cinema / Domingo no Rian / Me deixa eu querer mais, mais paz / Quero um pregão de garrafeiro / Zizinho no gramado / Eu quero um samba sincopado / Taioba, bagageiro / E o desafinado que o Jobim sacou / Quero o programa de calouros / Com Ary Barroso / O Lamartine me ensinando / Um lá, lá, lá, lá, lá, gostoso / Quero o Café Nice / De onde o samba vem / Quero a Cinelândia estreando "E o Vento Levou" / Um velho samba do Ataulfo / Que ninguém jamais gravou / PRK 30 que valia 100 / Como nos velhos tempos / Quero o carnaval com serpentinas / Eu quero a Copa Roca de Brasil e Argentina / Os Anjos do Inferno, 4 Ases e Um Coringa / Eu quero, eu quero porque é bom / É que pego no meu rádio uma novela / Depois eu vou à Lapa, faço um lanche no Capela / Mais tarde eu e ela, nos lados do Hotel Leblon / Quero um som de fossa da Dolores / Uma valsa do Orestes, zum-zum-zum dos Cafajestes / Um bife lá no Lamas / Cidade sem Aterro, como Deus criou / Quero o chá dançante lá no clube / Com Waldir Calmon / Trio de Ouro com a Dalva / Estrela Dalva do Brasil / Quero o Sérgio Porto / E o seu bom humor / Eu quero ver o show do Walter Pinto / Com mulheres mil / O Rio aceso em lampiões / E violões que quem não viu / Não pode entender / O que é paz e amor / . “  ]  .

A  fixação  no  sentimento  do  amor  retrata , nos  versos  desta  canção  interpretada  por  Alcione , as  delícias  que  se  encontram  em  bons  momentos  de  paixão que , apesar  de  alguns  desencontros   no relacionamento  entre  os  casais ,  é  um  “  GOSTOSO  VENENO  “  .  [ “ /  Este amor me envenena / Mas todo amor sempre vale a pena / Desfalecer de prazer, morrer de dor / Tanto faz, eu quero é mais amor / A água da fonte bebida na palma da mão / Rosa se abrindo, se despetalando no chão / Quem não viu e nem provou / Não viveu, nunca amou / Se a vida é curta e o mundo é pequeno / Vou vivendo morrendo de amor, ai / Gostoso Veneno / . “  ]   .        




A  subserviência  é  um  estado em  que  a  pessoa   obedece  servilmente aos  caprichos de  outrem . Esta  canção dos compositores  Michael Sullivan / Paulo Massadas  e  conduzida  pela  bela  voz  de  Alcione   retrata  exatamente  um  amor  servil , que  ,  apesar  do  sofrimento , a amada  não  deixará  o  amante  “  NEM   MORTA  “  . [ “ /  Eu só fico em teus braços, / porque não tenho forças pra / tentar ir a luta. / Eu só sigo o teus passos, / pois não sei te deixar e essa / idéia me assusta... / Eu só faço o que mandas, / pelo amor que é cego que me / castra e domina... / Eu só digo o que dizes, / foi assim que aprendi a ser tua menina... / Pra você falo tudo no fim de cada noite... / Te exponho o meu dia,  / mas que tola ironia... / Pois você fica mudo, nesse mundo só teu cheio de / fantasias... / Eu só deito contigo, / porque quando me abraças Nada disso me importa, coração abre a porta... / Sempre que eu me pergunto quando vou te deixar / Me respondo Nem morta! / . “   ]   .

Um  depoimento  alucinado onde  está expressa  uma  enorme  superioridade  da  paixão  sobre  todos  os  vícios  existentes  nas  pessoas , retrata um  amor  subserviente  nesta  canção  composta  por  Chico Roque e Carlos Colla e  sentimentalmente  apresentada  na  bela voz  de  Alcione : “  MEU  VÍCIO  É  VOCÊ  “  .    [ “  /  Meu cigarro / É o perfume do mato / A bebida / É a água da fonte / Meu perfume / É flor da laranja / Jogo apenas o jogo do amor / Eu não vou lhe dizer / Que não tenho defeitos / Mas com eles me arrumo / Me acerto, me ajeito / Meu problema é um segredo / Guardado no peito / Que se chama paixão / Meu vício é você / Meu cigarro é você / Eu te bebo, eu te fumo / Meu erro maior / Eu aceito, eu assumo / Por mais que eu não queira / Eu só quero você / Meu vício é você / Meu dadinho, meu jogo de cartas marcadas / Essa droga de sonho não vai dar em nada / Vim rolando na vida / E parei em você / . “   ]   .   

Os  sentimentos  de  dor  e  de  abandono  são  rastros  que  marcam  para  sempre a  tristeza  da  separação . Nesta  canção , composta   por  José  Augusto  e  lamentada  harmoniosamente  pela  voz  de  Alcione  ,  versa  sobre  o  tema  de  um  desenlace  em  que  a  mulher  apaixonada , perdida  no  meio  de tanto  amor  dedicado  a  seu  amado , questiona  desesperada  : “ O  QUE  EU  FAÇO  AMANHà “  .            [ “ / De repente você vem dizer / Que não sente mais nada / Que o sonho acabou / E que já não dá mais pra ficar / Você fala de amor feito um jogo / De cartas marcadas / Como roupa surrada / Que a gente se cansa de usar / De repente você já nem vê / O que faz mais sentido / E me joga na cara palavras / Que fazem doer demais / Bate a porta e me deixa assim / Sem saber o que faço de mim / Sem saber o que eu digo pra mim / Se você me deixar / Que é que eu faço amanhã / Quando eu me levantar / E não ter mais teu corpo prá me aconchegar / Não sentir teus abraços / Querendo apertar o que sempre foi teu / Que é que eu digo à saudade / Quando ela chegar / E o desejo na boca querendo beijar / Que é que eu faço pra me acostumar a viver sem você / . “   ]    .

Nesta  canção , composta  por  Roberto  Correa  e  Sylvio  Son  e  representada  por  Alcione  com  muita  melodia  e  harmonia,  há  ,  expresso  em  cada  verso  ,  uma  forte  reação  de  quem  foi  iludida  no  amor , demonstrando  retribuir  tudo  que  causou  desengano com  alerta  de  “  PODE  ESPERAR  “ .  [ “  /   Nada como um dia atrás do outro / Tenho essa virtude de esperar / Eu sou maneira, sou de trato, sou faceira / Mas sou flor que não se cheira / É melhor se prevenir pra não cair / Sou mulher que encara um desacato / Se eu não devolver no ato / Amanhã pode esperar / Estrutura tem meu coração / Pra suportar essa implosão / Que abalou meus alicerces de mulher / Mas a minha construção é forte / Sou madeira, sou de morte / Faça o vento que fizer / . “   ]  . 


Um  imenso  desabafo  da  mulher  amada  sobre  a  atitude  de  seu  amante   é  o  tema  desta  bela  canção  composta  por  Chico  da  Silva  e  Antônio  José  , conduzida  melodiosamente pela  voz segura  de  Alcione , expressando  que  a  personagem  encontra-se  em  um  verdadeiro   “   SUFOCO  “  .               [ “  /  Não sei se vou aturar  / Esses seus abusos  / Não sei se vou suportar  / Os seus absurdos / Você vai embora / Por ai afora / Distribuindo sonhos  / Os carinhos que você me prometeu / Você me desama / E depois reclama / Quando os seus desejos / Já bem cansados / Desagradam os meus / Não posso mais alimentar / A esse amor tão louco / Que sufoco / Eu sei que tenho mil razões até / Para deixar de lhe amar / Não, mas eu não quero / agir assim, meu louco amor / Eu tenho mil razões / Pra lhe perdoar  / Por amar / (BIS) / . “   ]  .


Em  uma  comparação  metafórica  entre  uma  árvore  de  madeira  escura  e  resistente  e  a  beleza  que  envolve  a  raça  negra ,  esta  canção ,  composta  Nenéo  e  Paulinho  Resende  ,  ilustrada  pela voz  sensual  de  Alcione , expressa  uma  verdadeira apologia   a  uma  paixão  por um  perfeito ser  humano  de  cor  negra :  “   MEU  ÉBANO  “  .     [ “  /  É, você  é um negão de tirar o chapéu / Não posso dar mole se não você... creu / Me ganha na manha e babau / Leva meu coração / É, você é um ébano, lábios de mel / Um príncipe negro, feito a pincel / É só melanina cheirando a paixão / É, será que eu caí na sua rede, e ainda não sei / Sei não, mas tô achando que já dancei / Na tentação da sua cor / Pois é, me pego toda hora querendo te ver / Olhando pras estrelas pensando em você / Negão, eu tô com medo que isso seja amor / Moleque levado, sabor de pecado, menino danado / Fiquei balançada, confesso, quase perco a fala / Com o seu jeito de me cortejar / Que nem mestre – sala / Meu preto retinto, malandro distinto / Será que é instinto / Mas quando te vejo enfeito meu beijo, retoco o batom / A sensualidade da raça é um dom / É você, meu ébano, é tudo de bom! / . “   ]   . 

Assumir  todos  os  defeitos  da  pessoa  amada  é  o  tema central  desta  bela  canção  entoada  com muita  competência  vocal  de  Alcione  . A  música  versa  sobre todos  os  motivos  de  desprezo  do  amado  em  relação  à  pessoa  amada e , apesar  das  evidências nas  ações  rejeitadas  por  ela , há  uma  aceitação  apaixonada  , em  que  afirma  que é  :  “  MINHA  ESTRANHA  LOUCURA !  “  .  [ “  /   Minha estranha loucura é tentar te entender e não ser entendida! / É ficar com você procurando fazer parte da tua vida! / Minha estranha loucura é tentar desculpar o que não tem desculpa! / É fazer dos teus erros um motivo qualquer a razão da minha culpa. / Minha estranha loucura é correr pros teus braços quando acaba uma briga. / Te dar sempre razão e assumir o papel de culpada bandida / Ver você me humilhar e eu num canto qualquer, dependente total do seu jeito de ser / Minha estranha loucura é tentar descobrir que o melhor é você! / Eu acho que paguei o preço por te amar demais, enquanto pra você foi tanto fez ou tanto faz / magoando pouco à pouco, me perdendo sem saber / e quando eu for embora o que será que vai fazer? / Vai sentir falta de mim / sentir falta de mim / vai tentar se esconder coração vai doer 2x / sentir falta de mim / (bis) /. “  ]  .

    “ O  Cantinho   Musical  encerra  esta  pequena amostra  das  canções que expressaram  um  perfeito  lirismo  nos  cantos harmoniosos  da  MARROM .  Cantar  com  sentimento  profundo para  demonstrar  o  amor  é  uma  missão que  vai  além  de  uma  simples  descrição do  propósito  da  vida .  ALCIONE  encarna  essa  tarefa com  uma  paixão  deslumbrante ,  tornado as  canções  ornamentadas de  um  prazer perene  !! “
 
     “  SENDO  A  MÚSICA  UM  QUESITO  DIVINO ,  CABE  AO  MENSAGEIRO  DE  DEUS  COMPOR  E  ENTOAR  COM  UMA  FÉ  QUE  É  PRÓPRIA  DAQUELES  QUE  TÊM  UMA  LUMINOSIDADE  VOCAL  .  ALCIONE  , COM  SUA  MARAVILHOSA  VOZ  , CLARIFICA  CADA  VERSO  SOB  SUA  RESPONSABILIDADE  MUSICAL  , TORNANDO  A  PEÇA  UM  VERDADEIRO  SANTUÁRIO  DA  CANÇÃO !!   “
 
 
    Waldemar   Pedro   Antonio                             e-mail  :   [email protected]
Link
Tags »
Relacionadas »
Comentários »