28/10/2016 às 09h14min - Atualizada em 28/10/2016 às 09h14min

CANTINHO GRAMATICAL nº 23

POR WALDEMAR PEDRO ANTÔNIO
   Dando  continuidade  às classificações  oracionais  dentro  dos  períodos  , o  “  Cantinho  Gramatical “ desenvolverá , neste  artigo , as  orações  que  têm  valor  de  adjetivo  dentro  dos  períodos  compostos ,  classificadas   com   ORAÇÃO   SUBORDINADA   ADJETIVA .    Exemplificando    no    período   :                        “  O  aluno  QUE  ESTUDA  ( estudioso )  tira  boas  notas  “  ,  a  oração  QUE  ESTUDA   é  subordinada  adjetiva . Toda  oração  adjetiva  inicia-se  com  um  PRONOME  RELATIVO  (  artigo no.  16 do  cantinho  gramatical ) , logo  devemos  iniciar  a  sua  explicação  conceituando  o  conectivo   a  ela  pertencente  :

   “   Os  PRONOMES  RELATIVOS  assumem  um  duplo  papel  no  período  ,  representando um  determinado  antecedente  e  servindo  de  elo  subordinante  da  oração adjetiva que  inicia .  Por  isso  ,  ao  contrário  das  conjunções ,  que  são  mero  conectivos , e  não  exercem  nenhuma  função  interna nas orações  por  elas  introduzidas ,  estes  pronomes  desempenham sempre  uma  função  sintática própria  do  substantivo , do  adjetivo e  do  advérbio nas  orações  que  encabeçam (  subordinadas  adjetivas  ) , oferecendo  algumas  peculiaridades  quanto  a seu  emprego  e  valor . Apresentaremos  um quadro dos pronomes  relativos:  “ 

 VARIÁVEIS  masculinos :  O  QUAL ,  OS  QUAIS , QUANTO , QUANTOS , CUJO , CUJOS .
  VARIÁVEIS     femininos     :    A  QUAL ,  AS  QUAIS  ,   QUANTA  ,  QUANTAS  ,  CUJA  ,  CUJAS  .
  INVARIÁVEIS  :      QUE   ,   QUEM   (  além  de  substituir  o antecedente pessoa  , pode  tê-lo  embutido  no  próprio  pronome  QUEM  =  aquele  que  )  ,  ONDE .

      Comparemos  duas  orações :
  1.   Encontrei  o  menino  falador .  
  2.    Encontrei  o  menino  que  fala  muito .
Notamos  que  ,  tanto  na  oração  no.  1  ,  como  na  no.  2 ,  o  objeto  direto  “ o  menino  “  está  modificado  por  adjunto  adnominal .  Na  0ração  n. 1 ,  o  adjunto  adnominal  FALADOR   é  um  ADJETIVO ,  mas ,  na  oração  n.2 , o  adjunto  adnominal  QUE  FALA  MUITO  é  uma  oração , pois  tem  verbo  próprio.  Uma  oração  em  função  de  adjunto  adnominal  é  classificada   como  ORAÇÃO  SUBORDINADA  ADJETIVA .
 O  substantivo  ou  pronome  modificado  pela  oração  subordinada  adjetiva  é denominado  ANTECEDENTE . Ela  fica  geralmente  junto  do  antecedente , de  modo  que , muitas  vezes ,           a  oração  principal  fica  partida .    Exemplificando :   O  aluno  QUE  CHEGOU  TARDE  saiu  cedo .  A  oração  principal é  :  O  ALUNO  SAIU  CEDO .

  O  antecedente  pode  ser  um  dos  pronomes  demonstrativos   O  ,  A  ,  OS  ,  AS  ,  que  equivalem  a   AQUELE  ou  AQUILO ,  AQUELA  ,  AQUELES  e   AQUELAS .

   Exemplos :   “  O  QUE  FIZESTE  É  IMPERDOÁVEL .
   Principal  :  O  (  =  aquilo  )  é  imperdoável .
   Subordinada  adjetiva :   que  fizeste .
    OS  QUE  TERMINARAM  A  PROVA  JÁ  SAÍRAM .
     Principal :  Os   ( =  aqueles )  já  saíram .
     Subordinada  adjetiva  :  que  terminaram  a  prova .
 
 
Os  advérbios   ONDE  ,  COMO  ,  QUANDO  introduzem  ORAÇÕES  SUBORDINADAS  ADJETIVAS ,  quando  equivalem  a  pronomes  relativos  regidos  de  preposição .

Exemplos  :  “  A  rua  ONDE  ( =  em  que  )  resido  fica  nesse  bairro . “
                         “  O  modo   COMO  (  pelo  qual  )  ele  se  dirigiu  a  nós  foi  indelicado . “
                          “   Era  no  tempo  alegre  QUANDO  ( = em  que )  a  luz  do  dia  acabava  de  expulsar  as  trevas .  “

       Há  dois  tipos  de  classificação  das  orações  adjetivas  :  RETRITIVAS  e  EXPLICATIVAS  ,  conforme  a  sua  missão  no  período  :
 1 -  as  RESTRITIVAS  servem  para  delimitar  ou  definir  mais  claramente  o  seu  antecedente ,    o  qual ,  sem  a  oração  adjetiva ,  pode  ou  não fazer  sentido  ou  dizer  coisa  diferente   do  que  temos  na  mente .   Examinemos   o  exemplo :   “  Os  alunos  que  chegaram  tarde  não  puderam  entrar  na  escola  “ .  Verificamos  que  no  período  exemplificado  expõe  o  seguinte  fato :  A  escola  tinha  um  determinado  número  de  alunos  ,  dos  quais uma  parte  chegou  tarde , e , por  isso  ,  não  pôde  entrar  na  escola .  Se  retirarmos  do  período  a  oração  subordinada  adjetiva , verificaremos  que  se  alterou  a  ideia  exposta ,  pois  agora  o  período   diz  :  “  Os  alunos  não  puderam  entrar  na  escola  “  , isto é , a  totalidade  dos  alunos  não  pôde  entrar .

           2-   as   EXPLICATIVAS    encerram  uma  simples  explicação  ou  pormenor  do antecedente ,  uma  informação  adicional  de  um  ser  que  se  acha  suficientemente  definido ,  podendo  ser  omitidas   sem  prejuízo .  Examinemos  o  exemplo :  “  O  homem  ,  que  é  um  ser  racional  , 
tornou-se  senhor  da  terra  “ .  Verificamos  que  no  período que  a  presença  da  oração  subordinada  adjetiva  não  é  essencial , pois ,  com  ela  ou  sem  ela  ,  o  fato  exposto  , “  O  homem  tornou-se  senhor  da  terra  ,  continua  o  mesmo . A  oração  subordinada  adjetiva ,  neste  período ,  simplesmente  acrescenta  um  esclarecimento  relativo  ao  sujeito ,  funcionando  como  uma  espécie  de  aposto . As  orações  subordinada  adjetivas  EXPLICATIVAS  se  separam  da  oração  principal  por  VÍRGULA .

 “  VAMOS   PRATICAR   ?  “

I -  Sublinhe  as  orações  adjetivas :
  1. O  acadêmico  em  cuja  honra se  realizou  o  banquete  agradeceu  emocionado  as homenagens  que  os  amigos  lhe  prestaram .
  2. A  cigarra , que  tinha  cantado  durante  todo  verão ,  com  o  inverno ,  viu-se  na  miséria .
  3.  A  irmã  veio  para  o  Rio ,  onde  foi  recebida  por  Estácio com  demonstrações  de  afeto .
  4.  Há  duas  edições ,  das  quais a  mais  antiga,  apesar  de  várias  imperfeições ,  é  a  preferida.
  5.  Nem  tudo  o  que  reluz  é  ouro .
  6.   Não  são  poucos  os  motivos  por  que  deixou  de  obedecer  às  ordens .
  7.    Tornam-se  nossas  amigas  as  pessoas  a  cujas  faltas  perdoamos .
  8.    Trabalho  numa  seção  onde  os  servidores  são  operosos .
  9.     Fomos  enganados  por  quem  nunca pensaríamos  sê-lo .
  10.     A  forma  como  te  conduziste  merece  a  minha  aprovação .
 
II – Marque as orações  subordinadas adjetivas  e diga se são restritivas ou explicativas  : 
  1. A  senhora  a  que  me  refiro  chegará  amanhã .   RESPOSTA : ______________________
  2. Deus  ,  que  é  justo  ,  premia  a  virtude  .  RESPOSTA :____________________________
  1.   Os  que  conhecem   o  João  gostam  dele . RESPOSTA :____________________________
  2.    Este  é  o  livro  que  me  interessa .  RESPOSTA  :________________________________
  3.    Vamos  até  o  morro  de  que  você  me  falou .  RESPOSTA : _______________________
  4.     O  diamante , que  é uma  pedra muito dura, risca o vidro . RESPOSTA: _______________
  5.      As  pessoas  de  quem  você  desconfia  são  honestas. RESPOSTA: __________________
  6.      Este  senhor  é  o  advogado  de  que  te  falei . RESPOSTA : _______________________
  7.       Meus  amigos  ,  que  me  estimam  de  verdade  ,  mandaram-me  felicitações .    RESPOSTA:___________________
  8.        O  livro cujas  folhas  rasgaste pertencia  ao teu irmão.RESPOSTA:__________________
 
 
         Waldemar   Pedro   Antonio                                   e-mail :    [email protected]




  GABARITO   No.   23

I -  Sublinhe  as  orações  adjetivas :
  1. O  acadêmico  em  cuja  honra se  realizou  o  banquete  agradeceu  emocionado  as homenagens  que  os  amigos  lhe  prestaram .
  2. A  cigarra , que  tinha  cantado  durante  todo  verão ,  com  o  inverno ,  viu-se  na  miséria .
  3.  A  irmã  veio  para  o  Rio ,  onde  foi  recebida  por  Estácio com  demonstrações  de  afeto .
  4.  Há  duas  edições ,  das  quais a  mais  antiga,  apesar  de  várias  imperfeições ,  é  a  preferida.
  5.  Nem  tudo  o  que  reluz  é  ouro .
  6.   Não  são  poucos  os  motivos  por  que  deixou  de  obedecer  às  ordens .
  7.    Tornam-se  nossas  amigas  as  pessoas  a  cujas  faltas  perdoamos .
  8.    Trabalho  numa  seção  onde  os  servidores  são  operosos .
  9.     Fomos  enganados  por  quem  nunca pensaríamos  sê-lo .
  10.     A  forma  como  te  conduziste  merece  a  minha  aprovação .
 
II – Marque as orações  subordinadas adjetivas  e diga se são restritivas ou explicativas:    
  1. A  senhora  a  que  me  refiro  chegará  amanhã .   RESPOSTA :   RESTRITIVA
  2. Deus  ,  que  é  justo  ,  premia  a  virtude  .  RESPOSTA :   EXPLICATIVA
  3.   Os  que  conhecem   o  João  gostam  dele . RESPOSTA :    RESTRITIVA
  4.    Este  é  o  livro  que  me  interessa .  RESPOSTA  :  RESTRITIVA
  5.    Vamos  até  o  morro  de  que  você  me  falou .  RESPOSTA :    RESTRITIVA
  6.     O  diamante , que  é uma  pedra muito dura, risca o vidro . RESPOSTA:  EXPLICATIVA
  7.      As  pessoas  de  quem  você  desconfia  são  honestas. RESPOSTA:   RESTRITIVA
  8.      Este  senhor  é  o  advogado  de  que  te  falei .  RESPOSTA  :   RESTRITIVA
  9.       Meus  amigos  ,  que  me  estimam  de  verdade  ,  mandaram-me  felicitações .                        RESPOSTA :    EXPLICATIVA
  10.        O  livro cujas  folhas  rasgaste pertencia  ao teu irmão.RESPOSTA:   RESTRITIVA
                          
 
Link
Tags »
Relacionadas »
Comentários »