30/03/2017 às 13h15min - Atualizada em 30/03/2017 às 13h15min

Servidores municipais recebem salário de março nesta sexta, 31, com aumento de 6,5%

Auxílio Alimentação passará para R$340,00 e folha de pagamento injeta R$3.107.821,53 líquidos na economia de Leopoldina

Edição: Luiz Otávio Meneghite
O prefeito José Roberto de Oliveira sancionou o reajuste dos servidores
O prefeito José Roberto de Oliveira sancionou duas leis aprovadas em reunião extraordinária na tarde de terça-feira, 28 de março, pela Câmara Municipal de Leopoldina. Uma delas trata da revisão anual dos vencimentos do funcionalismo público, com 6,5% de reajuste e outra reajustou o valor mensal pago a título de auxílio alimentação aos servidores municipais, passando para R$340,00.

De acordo com o texto aprovado pela Câmara de Vereadores, não receberão o auxílio alimentação os Secretários Municipais, o Procurador Geral, o Chefe de Gabinete e o Controlador Geral do Município.

O Secretário Municipal de Administração, Bruno Flores Gonçalves, disse ao jornal Leopoldinense, que o pagamento do funcionalismo será feito nesta sexta-feira, 31 de março, já com o reajuste nos salários e no auxílio alimentação, injetando na economia do município R$3.107.821,53 em valores líquidos.

Segundo a Assessoria de Imprensa da Câmara, durante a sessão, a pedido do vereador Rosalvo Domiciano Flauzino, que também é presidente do SINSERPU, foi feita leitura de um ofício do Sindicato dos Servidores Públicos Municipais de Leopoldina, encaminhado ao Poder Executivo, apresentando uma contraproposta para os reajustes salariais e do auxílio alimentação. Diante da falta de acerto entre as partes, o parlamentar informou que votaria nas matérias sob protesto. Por ocasião da discussão das matérias, foi aceito parecer da Comissão Especial de Vereadores e, em seguida, os projetos foram aprovados sem nenhum voto em contrário.

Funcionários da Câmara tem auxílio alimentação de R$650,00

A Câmara Municipal de Leopoldina aprovou lei fixando em R$ 650,00 o valor mensal do auxílio alimentação dos funcionários do Poder Legislativo, podendo ser reajustado anualmente no índice de inflação aferido pela variação do Índice Nacional de Preços ao Consumidor - INPC, calculado e divulgado pela Fundação Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística - IBGE, acumulada nos doze meses anteriores ao mês do reajuste, ou índice que vier a substituí-lo. Os vencimentos dos servidores públicos municipais do Poder Legislativo de Leopoldina, vencíveis a partir de 1º de março de 2017, também foram  reajustados em 6,5%.

Fontes: Portal da Câmara Municipal de Leopoldina e Diário Oficial dos Municípios Mineiros

Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »