12/05/2017 às 07h44min - Atualizada em 12/05/2017 às 07h44min

Chefe da Polícia Civil assina resolução que cria a Regional de Viçosa

Unidade abrangerá as cidades de Viçosa, Cajuri, Coimbra, Paulo Cândido, Canaã, São Miguel do Anta, Ervália, Araponga, Teixeiras e Pedra do Anta.

Em solenidade ocorrida hoje (11/05), na Delegacia de Viçosa, o chefe da Polícia Civil de Minas Gerais, João Octacílio Silva Neto, assinou a resolução instituindo a 5ª Delegacia Regional de Polícia Civil de Viçosa. O objetivo é dar melhor resolutividade e agilidade no atendimento à população da região, promovendo uma gestão operacional eficiente, articulação das delegacias no campo da apuração das infrações penais e do exercício da polícia judiciária, e, assim, culminar na redução da criminalidade.
 
A Regional contará com três comarcas - Viçosa, Ervália e Teixeira - e abrangerá as cidades de Viçosa, Cajuri, Coimbra, Paulo Cândido, Canaã, São Miguel do Anta, Ervália, Araponga, Teixeiras e Pedra do Anta.
 
Para efetivar o funcionamento da Regional, que também terá plantão regionalizado, três viaturas já foram entregues à região. Delegados, investigadores, peritos e médicos-legistas foram designados para o atendimento, e adequações físicas serão realizadas. “Esta era uma necessidade antiga que conseguimos efetivar somente com o apoio do governador do Estado, Fernando Pimentel, que nos deu esta incumbência e a estamos cumprindo”, ressaltou o chefe da Polícia Civil, João Octacílio Silva Neto.

Estiveram presentes na solenidade prefeitos e vereadores das cidades beneficiadas e região, os deputados estaduais Thiago Cota e Roberto Andrade, o corregedor-geral da Polícia Civil, Gustavo Adélio Lara Ferreira, o superintendente de Investigação e Polícia Judiciária, Márcio Lobato Rodrigues, o chefe do Departamento de Juiz de Fora, Carlos Roberto da Silveira Costa, o chefe da Regional de Ubá, Gutemberg de Souza Filho, o delegado titular da Delegacia de Viçosa, Bruno Cerqueira Mazini, o representante do Ministério da Agricultura e ex-secretário de Estado de Agricultura, João Cruz Reis Filho, autoridades do judiciário, Universidade Federal de Viçosa e conselhos Municipal de Segurança e de Políticas Antidrogas, além de delegados, investigadores, peritos, escrivães e servidores administrativos da PCMG e cidadãos da região.
 
Durante a solenidade, o chefe da Polícia Civil apresentou, oficialmente, o novo chefe da quinta Delegacia Regional de Viçosa, o delegado Mauro Ricardo Guimarães Pinho. “Apresento-lhes o novo chefe desta Regional e aproveito para agradecer sua parceria, sei que terá muito empenho para que possamos atender às demandas da população.”, enfatizou João Octacílio.
 
Segundo o delegado Mauro Pinho, todas as adequações necessárias para o funcionamento da Regional estão avançadas. “Tivemos incremento de pessoal em diversas carreiras para a Regional. Vamos conseguir atender a população com resolutividade e eficiência”, ressaltou.
 
Segundo os deputados Thiago Cota e Roberto Andrade, este momento é histórico e o empenho da chefia da Polícia Civil e do governador foi primordial. “A população desta região só terá a ganhar com a criação desta regional. Temos só que agradecer ao doutor João Octacílio e ao governador Fernando Pimentel, que se empenharam para atender a esta demanda tão importante”, frisou o deputado Thiago Cota.
 
Com a criação da regional, diversas melhorias ocorrerão no atendimento, já que além de incremento no efetivo dos servidores e melhoria na infraestrutura, haverá a criação da Delegacia de Mulheres em Viçosa. “Quero comunicar a sinalização positiva do governador Fernando Pimentel para realizamos, o mais breve possível, o concurso para delegados e escrivães. Desta forma, assim que isto ocorrer designaremos uma delegada para atendimento específico nesta regional”, informou o chefe de Polícia Civil.
 
Outra novidade apresentada pelo chefe da Polícia Civil foi o incremento do efetivo de peritos e médico-legista para o funcionamento do Posto de Perícia Integradas (PPI). “Já designamos os profissionais necessários para o efetivo funcionamento do PPI. Em muito breve a população será atendida de forma adequada, pois os serviços de perícias, necropsia, exames de corpo de delito, balística, entre outros, serão otimizados”, comemorou João Octacílio.
 
Fotos: Divulgação PCMG
Assessoria de Imprensa Polícia Civil

Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »