19/05/2017 às 09h01min - Atualizada em 19/05/2017 às 09h01min

Funcionários da APA fazem movimento contra o corte de cesta básica.

O jornal Leopoldinense apurou que o motivo do corte é em decorrência da forte crise que atormenta o país.

João Gabriel B. Meneghite
Os funcionários da APA, empresa do ramo de confecções de ternos, fizeram uma paralisação na manhã desta sexta-feira, 19 de maio, em frente a unidade fabril do município de Leopoldina. Segundo Washington Luiz da Silva, presidente do Sindicato dos Oficiais Alfaiates, Costureiras de Leopoldina e Região, a empresa cortou a cesta básica que era concedida aos seus empregados há 17 anos.

Em entrevista ao jornal Leopoldinense, o presidente do sindicato comentou que foi procurado por uma comissão de funcionários para tentar reverter a situação. Ele disse que o sindicato realizou uma assembleia na quinta-feira, 18 de maio, para discutir o problema. “Nós tentamos reverter a situação, mas disseram que não poderia voltar [o benefício]. Os trabalhadores resolveram paralisar para que a empresa reconhecesse o valor deles”, comentou.

Washington explicou ainda que as pessoas contam com o benefício para complementar a renda e tira-lo de uma hora para a outra não é justo. “Caso eles não ganhem este direito, estaremos acionando a Justiça do Trabalho com uma ação direta. Eles estão aguardando um posicionamento da empresa. É um movimento sadio, acho que todo trabalhador deve fazer isso, pois só com união e perseverança se consegue conquistar os objetivos”, finalizou.

O jornal Leopoldinense procurou a empresa para se manifestar, mas até o fechamento desta reportagem, nenhuma nota havia sido enviada para a redação. No entanto, conseguimos apurar que o motivo do corte é em decorrência da forte crise que atormenta o país.

A empresa é uma das maiores empregadoras do município de Leopoldina, com 750 funcionários. Especializada na fabricação de ternos, a unidade de Leopoldina ocupa uma área 21,5 mil metros quadrados no Centro Empresarial para o Desenvolvimento de Leopoldina (CEDEL).





 

Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »