23/05/2014 às 14h03min - Atualizada em 23/05/2014 às 14h03min

Anti Flamenguistas de Leopoldina agora torcem pelo rubro negro carioca

Torcida pelo sucesso de Alexandre supera a rivalidade

João Gabriel B. Meneghite
Leopoldinense

Os torcedores que 'odeiam' o Flamengo devem ter se assustado ao ler o título dessa matéria. Mas o fato é que  aqueles que gostam e acompanham a carreira do leopoldinense Alexandre Lopes estão se orgulhando do filho da terra se destacar no cenário nacional como preparador físico de futebol.
Pelo fato da cidade de Leopoldina estar próxima da divisa com o Rio de Janeiro a maioria dos torcedores daqui são simpáticos aos times cariocas. Em dias de jogos em que os times do Rio jogam os barzinhos locais ficam lotados para assistirem pela TV e sempre existe aquela rivalidade saudável entre as torcidas e aquele velho ditado sempre é lembrado: "Quem não torce pelo Flamengo é Anti-flamenguista".
Mas a simpatia e o carinho que o Alexandre tem por Leopoldina sobressaem a qualquer rivalidade, fazendo com que torcedores e os amigos que vibram com a sua atuação nos bastidores dos treinamentos vistam a camisa de times arquirrival.
Contratado recentemente pela equipe rubro negra carioca, Alexandre acompanha o técnico Ney Franco, colega desde os tempos de faculdade, passando por times importantes no cenário nacional e até mesmo a seleção brasileira sub 20, tendo conquistado títulos importantes como:  Campeonato Mineiro: 2005(Ipatinga), Taça Guanabara: 2009 (Botafogo), Campeonato Paranaense: 2010 (Coritiba), Campeonato Brasileiro Série B: 2010 (Coritiba), Copa Sul-Americana: 2012(São Paulo) e pela Seleção Brasileira Sub-20 conquistou o Campeonato Sul-Americano: 2011, Campeonato Mundial: 2011, Copa Internacional do Mediterrâneo: 2011 e Torneio 8 Nações: 2012 e Quadrangular Internacional: 2012.



Conheça um pouco de Alexandre Lopes

Formado em educação física pela UFV- Universidade Federal de Viçosa, ele trabalhou com as categorias de base do Cruzeiro, Atlético Mineiro e nos times profissionais do Ipatinga, CRB,  Botafogo, Coritiba,  São Paulo, Vitória e até mesmo na Seleção Brasileira sub 20.  Atualmente, ele assumiu os trabalhos como preparador físico do Flamengo e faz parte da comissão técnica de Ney Franco.

Alexandre é um dos consultores do Vídeo Curso "Preparação Física e Musculação nas Categorias de Base do Futebol" que aborda todo o trabalho de preparação física dando atenção especial ao componente físico de um treinamento esportivo, que visa levar o atleta ao ápice de sua forma física específica. Lopes é natural de Leopoldina-MG, porém, a sua família veio de Cataguases/MG para Leopoldina em 1969 para montar um estabelecimento comercial na cidade, a Papelaria Real, que ficava localizada à Rua Barão de Cotegipe no centro da cidade. 

Alexandre Real, como é carinhosamente chamado pelos amigos, nasceu em 10 de agosto de 1970, estudou no Colégio Imaculada até a 6ª série e terminou o 2º grau no Ginásio, em 1990. Participava ativamente do esporte na cidade e chegou a ser jogador de futebol, atuando pelo Ribeiro Junqueira entre 1987 e 1989, começando a jogar pelos juniores.  Em 1988 jogava no profissional e em 1989; foi para o América de Três Rios. Jovem e apaixonado pelo esporte, em 1992, já com os seus 22 anos, Alexandre passou no vestibular e foi cursar Educação Física na UFV - Universidade Federal de Viçosa. Sua escolha à UFV foi motivada pelo fato da Universidade lhe proporcionar uma excelente estrutura na área de treinamento esportivo, fisiologia, sendo uma das melhores universidades do Estado de Minas.  A amizade entre Ney Franco e Alexandre Lopes iniciou quando o também aluno da UFV, Ney Franco jogava no time da LUVE - Liga Universitária Viçosense de Esportes onde Alexandre também era jogador. 

O time disputava campeonatos municipais e regionais e até então há 21 anos não era campeão. Mas, em 1992 o time ganhou o campeonato quebrando o tabu de 21 anos, dando inicio à amizade entre Ney e Alexandre. Ney Franco estava no ultimo ano de Faculdade e Alexandre iniciando. 
A partir do ano de 1994 Alexandre Lopes iniciou uma série de estágios nos clubes de Belo Horizonte, como América Mineiro, Atlético e Cruzeiro e formou-se no ano de 1996, Lopes iniciou os seus trabalhos profissionais no final de 1995 quando o time do Cruzeiro fazia uma pré-temporada na cidade de Viçosa, onde o leopoldinense foi responsável no período de avaliações, trabalhos físicos, testes e preparação para o Mundialito no Chile.

Em 1997, ele foi trabalhar no Cruzeiro com Ney Franco, onde permaneceu até 2003. Alexandre separou-se de Ney Franco e foi para o Atlético Mineiro, pois recebeu um convite para trabalhar na equipe júnior. Lopes tinha ambições de chegar a um time profissional e no Cruzeiro estava distante disso, por isso foi trabalhar no Atlético, pois já estava a sete anos trabalhando na Cruzeiro. No Galo, permaneceu de 2003 a 2006 e depois, com o incentivo de Ney Franco, foi trabalhar no Ipatinga, no qual teve acesso da série C para a B do Campeonato Brasileiro. 

No time do Vale do Aço, Alexandre permaneceu até 2007 e foi contratado novamente pelo Atlético Mineiro para desempenhar um trabalho no CRB de Alagoas, clube no qual o Atlético tinha convênio onde cedia profissionais como o Alexandre, jogadores e até mesmo apoio financeiro. Em 2008 o técnico Ney Franco assumiu os trabalhos no Botafogo-RJ e convidou Alexandre para trabalhar como o novo Preparador Físico. No time Alvinegro, Alexandre conquistou um grande destaque em sua carreira profissional, tendo o seu trabalho reconhecido nacionalmente, sendo divulgado e elogiado amplamente pela imprensa, pois implantou uma metodologia de trabalhos físicos específicos, alcançando resultados rápidos e positivos, tendo preparação física como um dos setores mais elogiados por comentaristas da área esportiva. 

Ney Franco e sua equipe permaneceram no Botafogo até 10 de agosto de 2009 onde posteriormente assumiu os trabalhos no Coritiba. Coxa, a comissão técnica de Ney franco assumiu os trabalhos praticamente no término do campeonato brasileiro de 2009, não conseguindo evitar o rebaixamento da equipe para a série B, onde, posteriormente, a equipe do Coritiba viria a conquistar o título e se classificando para a séria A. Alexandre, Ney Franco e sua equipe deslancharam uma brilhante carreira no futebol brasileiro sendo uma das equipes técnicas mais valorizadas e respeitadas no país, reconhecida merecidamente pela CBF para assumir os trabalhos de base da Seleção Brasileira, onde conquistaram títulos importantes como Campeonato Sul-Americano: 2011; Campeonato Mundial: 2011; Copa Internacional do Mediterrâneo: 2011; Torneio 8 Nações: 2012 e Quadrangular Internacional: 2012.
Por serem especialistas e terem grande experiência em categorias de base, a equipe de Ney foi contratada pelo São Paulo, time com uma das maiores  estruturas do Brasil. No tricolor paulista eles ficaram entre 2012-2013 e conquistaram a Copa Sul Americana(2012). 
Entre 2013-2014 eles foram contratados pelo Vitória-BA, no clube baiano a equipe de Ney deixou em evidência, após assumir o time na 10ª colocação levando o time a disputar uma vaga para a Copa Libertadores até a última rodada, ficando na 5ª posição, a um ponto da zona. 
Atualmente eles assumiram o time do flamengo.

O site da UFV – Universidade Federal de Viçosa estampa com orgulho " as suas crias", referindo-se a Ney Franco e Alexandre Lopes, preparador físico, que são ex-alunos do curso de Educação Física da UFV e que sempre apontaram a preparação acadêmica como fundamental em suas carreiras. 

Como lembra o professor João Carlos Bouzas Marins, do Departamento de Educação Física, que acompanhou o início da jornada desses profissionais na equipe de futebol da Associação Atlética Acadêmica Luve/ a UFV irá lembrar o surgimento de uma dupla de profissionais que ainda terá muito suces


Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »