12/06/2017 às 08h57min - Atualizada em 12/06/2017 às 08h57min

Para 79% dos leitores coincidência de datas pode prejudicar a Feira da Paz e o Festival de Piacatuba

Existe a possibilidade do Festival de Piacatuba não ser realizado este ano por causa da liberação tardia do edital da Lei Estadual de Incentivo à Cultura

Edição: Luiz Otávio Meneghite
O Festival de Piacatuba é o maior evento do gênero na região.
Em virtude do atraso da publicação do edital da Lei Estadual de Incentivo à Cultura, onde é apresentado o projeto do Festival de Viola e Gastronomia de Piacatuba, este ano o evento, produzido e coordenado pela produtora cultural Maria Lúcia Braga, está inicialmente previsto para ser realizado no período de 6 a 10 de setembro e não na última semana de julho, como acontece há mais de uma década. 
 
A data coincide com a Feira da Paz, outra tradicional festa do calendário cultural de Leopoldina e que desde a sua primeira edição é realizada em setembro.
 
Mas, segundo uma fonte do jornal Leopoldinense, existe a possibilidade do Festival de Piacatuba não ser realizado este ano por causa da liberação tardia do edital da Lei Estadual de Incentivo à Cultura, com cujos recursos o evento é realizado. Segundo a fonte do jornal o tempo é muito exíguo uma vez que a organização tem de abrir as inscrições com 60 dias de antecedência. Isso é praticamente uma obrigatoriedade, como em concursos públicos, diz a fonte indagando: “Como a organização fará isso se o Edital ficará aberto até setembro?” Informação ainda não confirmada revela que a organização do Festival de Piacatuba já estaria fazendo o planejamento para 2018 abrindo mão de sua realização em 2017. “Acho quase certo que este ano não teremos Festival este ano”, diz a fonte do jornal. 
 
Feira da Paz tem 29 anos de tradição
 
Começa na quinta-feira, feriado de 7 de setembro, a 29ª edição da Feira da Paz que será realizada no Parque de Exposições José Ribeiro dos Reis até domingo, 10 de setembro. Na programação tradicionalmente organizada pela APIL, além das comidas típicas de vários países e apresentações folclóricas, haverá shows todas as noites com entrada franca.

Os artesãos vêm de várias partes de Minas Gerais
 
Criada há 29 anos pela APIL-Associação das Pioneiras de Leopoldina, entidade hoje presidida pela senhora Elza Gama Peres, a Feira da Paz e Feira Regional de Artesanato tem reunido anualmente cerca de 150 expositores, média dos eventos anteriores, apresentando o que há de melhor do artesanato mineiro, com produtos que evidenciam a criatividade de artesãos de várias cidades mineiras.
 
No Parque de Exposições José Ribeiro dos Reis, cedido generosamente para o evento pela Cooperativa Agropecuária Região Leste de Minas Gerais, além do artesanato, são montadas várias barracas com comidas típicas de várias nações (Portugal, Itália, Estados Unidos, Síria, Alemanha e Brasil) e no palco acontecem shows variados com artistas locais e regionais. Toda a renda líquida arrecadada é direcionada para entidades filantrópicas ou beneficentes de Leopoldina. A APIL tem em seu histórico a construção do bairro Serra Verde, localizado na margem esquerda da antiga estrada Leopoldina x Cataguases e várias doações para o hospital da Casa de Caridade Leopoldinense.
 
Festival de Viola e Gastronomia de Piacatuba é sucesso há 15 anos
 
A produtora e coordenadora do Festival de Viola e Gastronomia de Piacatuba, Maria Lúcia Braga, havia informado inicialmente que a edição comemorativa dos 15 anos do evento seria no período de 6 a 9 de setembro e não na última semana de julho. O motivo do adiamento é o atraso do governo mineiro em abrir o edital da Lei Estadual de Incentivo à Cultura. Como um dos grandes atrativos é o festival de viola, realizado nas etapas nacional e regional, reunindo músicos de vários pontos do país e Zona da Mata, é preciso de mais tempo para a divulgação, abertura das inscrições dos concorrentes e a posterior seleção dos classificados.
 
Maria Lúcia acredita que a partir do ano que vem o festival volte a ser realizado sempre em sua data original. Independente da alteração do calendário, a produtora vem recebendo diversas mensagens de apoio. Uma delas partiu do músico pernambucano Sérgio Andrade. Segundo ele, “esse Festival é sucesso, independente do período de realização ainda mais nesse ano em que completa 15 anos de absoluto sucesso, a edição vai ser mais ‘arrasante’ ainda”. Ele finaliza afirmando que Você é uma guerreira por promover cultura da forma competente e enfrentando momentos tão difíceis como os atuais”.
 
Sempre parceiro na divulgação de ambos os eventos, o jornal Leopoldinense fez uma enquete entre seus leitores com a seguinte pergunta: A coincidência de datas pode prejudicar a Feira da Paz e o Festival de Piacatuba?
O resultado você vê no infográfico abaixo:
Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »