21/06/2017 às 09h39min - Atualizada em 21/06/2017 às 09h39min

Polivalente terá 480 vagas em 4 cursos técnicos com início em 1º de agosto

Os cursos oferecidos são: Técnico em Administração, Técnico em Agente Comunitário de Saúde, Técnico em Logística e Técnico em Recursos Humanos.

Edição: Luiz Otávio Meneghite com informações da Agência Minas
Escola Estadual Sebastião Silva Coutinho (Polivalente)
A Escola Estadual Sebastião Silva Coutinho, popularmente conhecida como ‘Polivalente’, foi selecionada pela Secretaria de Estado de Educação para ofertar a partir de 1º de agosto deste ano, quatro cursos profissionalizantes destinados aos estudantes do ensino médio da rede pública, da Educação de Jovens e Adultos (EJA) e, também, às pessoas que já concluíram os estudos em qualquer rede de ensino.

Segundo publicação da Secretaria de Estado de Educação através da Agência Minas nesta terça-feira, 20 de junho, os quatro cursos a serem ministrados no Polivalente serão: Técnico em Administração, com 160 vagas divididas em 4 turmas; Técnico em Agente Comunitário de Saúde, com 160 vagas divididas em 4 turmas; Técnico em Logística com 80 vagas divididas em 2 turmas e Técnico em Recursos Humanos, com 80 vagas divididas em 2 turmas, totalizando 480 vagas. Anteriormente o número de vagas anunciado era de 320 mas foi aumentado para atender à demanda da comunidade.

De acordo com o diretor de Educação Profissional da Secretaria de Estado de Educação, Rafael Moraes, os cursos atendem às demandas das comunidades e dos arranjos produtivos locais e as capacitações buscam contribuir para a profissionalização dos alunos e a inserção deles no mundo do trabalho.

O diretor comentou os impactos diretos e indiretos da formação técnica. “A qualificação possibilita ao jovem uma maior facilidade de ingresso no mercado de trabalho, e, também, a possibilidade de continuar os estudos na respectiva área. Além disso, interfere na economia local, já que o município poderá contar com profissionais qualificados à disposição, e reduz as taxas de abandono no ensino médio, pois os cursos atraem e estimulam o aluno a continuar na escola”, afirma Moraes. O diploma do técnico só é entregue ao estudante após a conclusão do ensino médio.

Os cursos de educação profissional oferecidos pela Rede seguem as orientações e diretrizes do Catálogo Nacional de Cursos Técnicos (CNCT- 3ª edição). “Esse documento estabelece, por exemplo, as normas associadas ao exercício profissional, as cargas horárias mínimas; o perfil profissional de conclusão; infraestrutura requerida; campo de atuação e ocupações associadas à Classificação Brasileira de Ocupações (CBO)”, explica Rafael. Os planos, matrizes curriculares e ementas das disciplinas dos cursos técnicos da Rede estão disponíveis no link https://www.educacao.mg.gov.br/parceiro/educacao-profissional.

No final de junho e início de julho, a SEE publicará uma resolução especifica para designação de professores de Educação Básica que atuarão nas escolas que ofertam Educação Profissional Técnica de Nível Médio.

Observando os termos da nova resolução, a designação será processada diretamente nas escolas estaduais e os critérios e procedimentos para a inscrição e classificação de candidatos seguirão as mesmas diretrizes da Resolução SEE Nº 3.204/2016. As dúvidas sobre o processo de designação devem ser esclarecidas pelo e-mail sps.dgep@educacao.mg.gov.br.

Para refrescar a memória
Polivalente recebeu 1.200 inscrições e pediu abertura de mais turmas

A divulgação da abertura das inscrições foi feita no dia 5 de maio pelo jornal Leopoldinense e permaneceram abertas na secretaria da escola por apenas uma semana até o dia 12 de maio. A notícia ‘bombou’ atingindo diretamente no site do jornal 12.296 pessoas, com grande compartilhamento nas redes sociais, principalmente no facebook, a maioria de familiares e amigos do público alvo, que são os estudantes do ensino médio da rede estadual de ensino (inclusive EJA) e também jovens e adultos que já concluíram o ensino médio em qualquer rede de ensino.

Com menos de uma semana as inscrições abertas para quatro cursos técnicos profissionalizantes na Escola Estadual Sebastião Silva Coutinho, ‘Polivalente’ superaram as expectativas e cerca de 1.200 pessoas se inscreveram o que levou a direção da escola a apresentar a demanda para a Superintendência Regional de Ensino que, por sua vez,  fez o encaminhamento à Secretaria de Estado de Educação, solicitando a abertura de mais turmas para atender o maior número de pessoas possível entre as que já foram inscritas.

Já havia a previsão de que, caso o número de pré-matriculados fosse maior que o número de vagas a escola realizaria um sorteio com acompanhamento da Superintendência Regional de Ensino de Leopoldina. Mas, segundo uma fonte do jornal Leopoldinense, o número de inscritos superou em muito as expectativas o que levou a direção da escola a lutar para encaixar o maior número de alunos com a abertura de novas turmas.

A reivindicação da direção da escola foi atendida e a Secretaria de Estado de Educação deu a resposta positiva aumentando o número de vagas anteriormente previsto para 320 alunos para 480 vagas.

Os cursos serão iniciados em 1º de agosto deste ano e encerrados em dezembro de 2018, com duração de três módulos semestrais.Os estudantes serão chamados para a matrícula definitiva até a segunda semana de julho, através do e-mail ou telefone informado pelo candidato no ato da inscrição.

O não comparecimento do estudante sorteado para a matrícula, ou a não apresentação dos documentos necessários para a mesma será considerado desistência e a escola providenciará a substituição conforme a lista dos excedentes.

Fontes: Secretaria de Estado de Educação, Agência Minas e Escola Estadual Sebastião Silva Coutinho
Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »