04/07/2017 às 13h46min - Atualizada em 04/07/2017 às 13h46min

Coleta de sangue feita no sábado, 1º de julho, em Leopoldina, teve 112 doadores

Maior número de doadores foi do Banco SICOOB e funcionários da APA Confecções que aproveitaram o dia de folga para um gesto de solidariedade.

Edição: Luiz Otávio Meneghite
Funcionários do Banco SICOOB vieram de toda região para doar sangue em Leopoldina.
O Posto de Coleta de Sangue do Hemominas em Leopoldina, instalado no Polo de Saúde Agostinho Pestana, funcionou excepcionalmente no sábado, 1º de julho, das 08:00 às 16:00 horas.
 
Em situações normais o Posto de Coleta de Leopoldina funciona somente às quintas e sextas-feiras o que impede a doação de sangue de funcionários de empresas que não liberam os empregados.
 
Segundo informação da Secretaria Municipal de Saúde de Leopoldina foi a primeira vez que o atendimento ocorreu num final de semana, visando um maior número de doadores e aumentar o estoque de bolsas de sangue que se encontrava em nível baixíssimo. De acordo com o Posto de Coleta, com o frio, os estoques de sangue que já eram baixos em todos os hemocentros do país, ficam ainda menores.
 
Por iniciativa voluntária da equipe de Leopoldina, o Posto de Coleta do Hemominas  abriu no último sábado, 1º de julho, com a devida autorização do Hemocentro de Juiz de Fora.
 
Com a adesão programada de doares só o Banco SICOOB contabilizou 55 funcionários de toda região para doação em Leopoldina. Também funcionários da APA Confecções S/A, que não podem doar durante a semana, aproveitaram seu dia de folga e foram salvar vidas. No total 112 doadores compareceram no sábado ao Posto de Coleta.

“Em três dias da semana passada foram salvas 848 vidas. Não tem dinheiro que pague este ato de amor. Agradecemos aos moradores de Leopoldina e todas as cidades e empresas parceiras” disse a Secretária Municipal de Saúde de Leopoldina, Lúcia Helena Fernandes da Gama.    



Lembretes para o doador de sangue:
 
-Ter e estar com boas condições de saúde.
 
-Não ter tido hepatite após os 11 anos de idade.
 
-Ter entre 16 e 69 anos de idade. Jovens de 16 e 17 anos somente poderão doar se acompanhados dos responsáveis legais ou portando autorização desses, com firma registrada reconhecida em cartório.
 
-Pesar mais de 50 kg.
 
-Ter dormido bem na noite anterior à doação.
 
-Não ter sido exposto a situação de risco acrescido para doenças sexualmente transmissíveis.
 
-Não ter sido submetido a exame de endoscopia ou broncoscopia nos últimos 6 meses.
 
-Não ter feito tatuagem ou colocado piercing nos últimos 12 meses.
 
-Se for doar pela manhã, alimente-se antes. Após o almoço, de um intervalo de 2 horas.
 
- Não ter ingerido bebida alcoólica nas últimas 24 horas.
 
O candidato deve apresentar documento original oficial com foto, filiação e assinatura. De cada pessoa é possível retirar até 450 ml de sangue, volume que não faz falta ao doador e contribui para atender até quatro pacientes.


Fontes de informações: Vinicius Franzoni, da Secretaria Municipal de Saúde e Iago G. Xavier, da Assessoria de Imprensa da Prefeitura Municipal de Leopoldina.

Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »