18/07/2017 às 07h18min - Atualizada em 18/07/2017 às 07h18min

Imprensa da Marinha do Brasil destaca carreira militar de um leopoldinense

Capitão Tenente Rildo Ruback foi entrevistado pela Revista Azimute e contou sua trajetória

Rildo Ruback, Capitão-Tenente da Marinha do Brasil
A 9ª edição da revista Azimute, da Marinha do Brasil, trouxe em suas páginas uma entrevista com o leopoldinense Rildo Ruback, Capitão-Tenente da Marinha do Brasil. Ele completou quatorze anos de carreira militar e, atualmente, trabalha no Centro de Controle Interno da Marinha.
 
Confira a entrevista:
 
Com quatorze anos de carreira, o CT(QC-IM) Ruback compartilha sua trajetória na Marinha do Brasil
 
Do início, como Marinheiro, até os dias de hoje, como Capitão-Tenente, o Tenente Ruback divide conosco um pouco da sua interessante caminhada até aqui. Nesse mês de março, ele se despediu do Com1DN, onde certamente deixou sua marca.
 
Como sua carreira começou? O que o motivou a ingressar na Marinha?

Com o incentivo de parentes, ingressei na Marinha do Brasil em 2004 na Escola de Aprendizes Marinheiros do Espírito Santo (EAMES).
 
Por quais OM você já passou?

EAMES, Comando da Força Aeronaval (ComForAerNav), Centro de Instrução Almirante Wandenkolk (CIAW), Fragata Rademaker (F-49), Comando do 9º Distrito Naval (Com9ºDN), Comando do 1º Distrito Naval e, atualmente, Centro de Controle Interno da Marinha.
 
Qual o maior desafio profissional que você enfrentou até hoje?

Sem a menor sombra de dúvida foi ser Chefe do Departamento de Intendência da Fragata Rademaker. O Navio encontrava-se em fase de Programa de Manutenção Geral (PMG) e a tripulação estava extremamente motivada para a realização dos reparos necessários, no menor tempo possível, a fim de projetar novamente o Navio ao mar.Manter o moral da tripulação elevado dependia muito da Intendência. Havia necessidade da realização de licitações, manutenção do conforto, confecção de refeições de qualidade com poucos recursos financeiros, zelar pelo pagamento de cerca de 200 militares, enfim, eram tarefas que até o momento eu não tinha a prática, mas uma grande responsabilidade havia sido assumida. Por este motivo, digo que foi um grande desafio, atender as expectativas da Tripulação, sem ter a experiência requerida para a função. Graças a Deus e ao apoio de todos que lá serviam, do Marinheiro mais moderno ao Comandante do Navio, a função foi desempenhada satisfatoriamente, contribuindo sobremaneira para a minha formação profissional.

Se sente realizado profissionalmente?

Na Marinha tive a oportunidade de realizar vários cursos, dentre eles dois de pós-graduação, participar de simpósios, palestras, missões de apoio logístico, desfiles cívicos, operar com meios aéreos, ou seja, a gama de atividades desenvolvidas ao longo da carreira são motivos de orgulho e realização profissional.
 
Deixe uma mensagem para os leitores que desejam ingressar na Marinha ou que estão no começo da carreira:

Para você que deseja ingressar na Marinha digo que não precisa ter dúvida, venha e seja feliz. Ser militar é gratificante e desafiador. Mantemos como norte os valores de caráter e honestidade acima de tudo. Para você que ainda está no início da carreira, seja forte e paciente, pois todo o início é repleto de desafios, que momentaneamente vemos como dificuldades. Por vezes achamos que não teremos capacidade de resolver os problemas, mas sempre haverá uma solução, costumamos dizer que “no final tudo dará certo” – O Nosso Senhor dos Navegantes sempre olha por nós.
 
Sabemos que está desembarcando do Com1DN depois de muitos anos servindo nessa OM. Qual sua expectativa para a nova comissão?

Passar pelo Com1ºDN foi uma experiência ímpar. Tive a oportunidade de trabalhar com pessoas muito capacitadas e com visão de futuro. Foi sem dúvida um grande aprendizado. Como expectativa para a nova comissão vejo a possibilidade de aplicar os conhecimentos adquiridos ao longo da carreira, em especial os adquiridos no Com1º DN, de forma a enriquecer os procedimentos de controle interno para as atividades ligadas à área da Intendência.

Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »