11/08/2017 às 08h51min - Atualizada em 11/08/2017 às 08h51min

Poda dos oitizeiros de Leopoldina será menos traumática nos próximos anos, avalia engenheiro

A poda corretiva tem a finalidade de buscar a adequação da copa das árvores ao espaço físico disponível para que elas não tornem uma ameaça constante para a rede elétrica.

Com informações e fotos de Kalon Moraes
A poda dos oitizeiros atualmente feita em trabalho conjunto das Secretarias Municipais de Serviços Urbanos e de Meio Ambiente, tem chamado a atenção da população, principalmente por causa da utilização de motosserras em galhos mais grossos. Essa poda de contenção, também conhecida como poda corretiva, tem a finalidade de buscar a adequação da copa das árvores ao espaço físico disponível para elas. Ou seja, reeducá-las para que elas não tornem uma ameaça constante para a rede elétrica, por exemplo.

Aos poucos e com muito respeito às árvores, a equipe de podadores da Secretaria Municipal de Serviços Urbanos, está executando essa poda corretiva por toda a cidade. A poda é o mais comum entre os procedimentos de manutenção de arborização urbana e é essencial para que as árvores desenvolvam uma melhor estrutura.

Leopoldina é notável por sua arborização, que garante sombra e ar de boa qualidade para a sua população. Para o secretário de serviços urbanos José Geraldo Cevidanes, a poda é essencial. "As árvores quando fazem parte da paisagem urbana como as nossas, necessitam de atenções especiais, para não provocarem problemas estruturais e nem causar acidentes", ressalta o secretário.

A princípio, em algumas situações, parece até uma poda radical, mas o que está sendo realizado pela Secretaria de Serviços Urbanos com o apoio da Secretaria de Meio Ambiente é a poda de contenção - corretiva, para reeducar o crescimento das árvores, que vinham sendo podadas de maneira incorreta. Os galhos que ameaçam a rede de iluminação pública, por exemplo, estão sendo removidos, bem como os galhos enfraquecidos, doentes ou mortos.

“Para os próximos anos, os serviços de poda serão mais práticos e menos traumáticos para se observar", explica o Engenheiro Ambiental Saulo Barbosa, da Secretaria Municipal de Meio Ambiente. "As árvores que estão recebendo essa poda corretiva, com certeza irão ter uma boa reação em seu desenvolvimento e apresentarão uma estética visual melhor em seu conjunto de arborização. A primeira leva que foi podada, já apresenta uma melhor aparência visual", destaca Saulo Barbosa.

Segundo o secretário José Geraldo Cevidanes a medida a ser tomada daqui para a frente é a poda periódica, que será realizada com planejamento e muito trabalho.







 

Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »