24/08/2017 às 18h34min - Atualizada em 24/08/2017 às 18h34min

Anater realiza capacitação para conselheiros

O objetivo é preparar os Conselhos Estaduais de Desenvolvimento Rural para o credenciamento das entidades prestadoras de assistência técnica e extensão rural junto à Anater

Representantes dos Conselhos Estaduais de Desenvolvimento Rural Sustentável sereuniram com a equipe técnica da Agência Nacional de Assistência Técnica e Extensão Rural (Anater), nesta quinta-feira (24), em Brasília-DF, para se capacitar para a operacionalização do credenciamento no Sistema de Gestão da Anater (SGA).

Com a capacitação, os conselhos terão o entendimento do funcionamento do SGA e estarão aptos para fazer a análise das entidades prestadoras de assistência técnica e extensão rural (Ater) que pleitearem o credenciamento.

O presidente da Anater, Valmisoney Moreira Jardim, explica que os conselhos são o braço operacional da Anater no processo de credenciamento. “A parceria com os conselhos é importanteporque são eles quem estão no local econhecem as entidades que estão sendo credenciadas, fortalecendo a participação do controle social que a Anater quer trazer para o processo”, explica.

O presidente destaca que além dos conselhos estaduais, a proposta da Anateré orientar às entidades de Ater que também envolvam os conselhos municipais durante a execução dos serviços em seus respectivos municípios.

O gerente de Credenciamento e Acreditação da Anater, Hector Barreto, diz que nesse momento, já estão registradas no sistema 207 entidadesprestadoras de Ater, para análise dos conselhos.“Com a capacitação, os participantes vão multiplicar a informação entre os demais conselheiros em seus respectivos Estados. Esse processo é importante justamente para que tenhamos entidades qualificadas, elevando o serviço de Ater no País”, ressalta.

            Osecretário executivo do Conselho do Amazonas, Almir Astério Carvalhal, diz que vê com muito otimismo essa parceria dos conselhos com a Anater. “Sou extensionista há quase 50 anos e vejo com bons olhos esse processo de parceria.  Quando o conselho funciona, nós temos entidades que realmente funcionam, que vão prestar assistência técnica e, sobretudo, fazer extensão rural com qualidade.Depois das dificuldades vivenciadas pelo setor com a extinção da Embrater, a criação e efetivação da Anatertraz uma nova esperança, e certamente vai fortalecer o setor novamente. Não que o Siater, sistema vigente até então, estivesse ruim, mas ele tinha uma função muito mais ampla, e a Anater é específica para a assistência técnica e extensão rural, e é bom que as demais empresas e instituições miguem para o sistema da Anater, porque unidos seremos cada dia mais fortes”, avalia.

O secretário executivo do Conselho de Pernambuco,Ivaldo Ferreira, diz que seu Estado possui cerca de 275 mil estabelecimentos da agricultura familiar e que é um sonho ver a Anater funcionando e cumprindo sua missão, que é garantir assistência técnica aos agricultores familiares de todos país. “Estamos trabalhando em parceria, numa construção participativa, e Pernambuco se sente muito honrado em participar desse momento histórico, de uma ação que é tão importante para a agricultura familiar. Com certeza, esse trabalho terá um impacto muito grande, não só na produção, mas de uma forma geral, porque a Ater vê a família como um todo - o homem, a mulher, o jovem, a criança e o idoso -, como produtor e como cidadão, ou seja, todas as políticas vão convergir para o fortalecimento da produção, da segurança alimentar, nutricional, hídrica e da convivência com a estiagem, elevando a qualidade de vida da comunidade como um todo”, conclui.
 
Jerúsia Arruda

Agência Nacional de Assistência Técnica e Extensão Rural (Anater)
Assessoria de Comunicação
Contatos: (61) 2020-0905 / 99241-3607 -  imprensa@anater.org
www.anater.org
Facebook: www.facebook.com/anater.org
Twitter: https://twitter.com/Anaterorg
Instagram: www.instagram.com/anaterorg
 
 
 
Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »