11/10/2017 às 21h56min - Atualizada em 11/10/2017 às 21h56min

Leopoldina participou da 12ª Conferência Estadual de Assistência Social em Belo Horizonte

A Conferência é um espaço de participação democrática, onde os usuários são os protagonistas.

A Secretária Municipal de Assistência Social de Leopoldina, Maria do Carmo Brandão Vargas Villas.
A Secretária Municipal de Assistência Social de Leopoldina, Maria do Carmo Brandão Vargas Villas, esteve presente na 12ª Conferência Estadual de Assistência Social, que aconteceu nos dias 09 a 11 de outubro, no Minas Centro, em Belo Horizonte.
 
Também estiveram presentes, a presidente do Conselho Municipal de Assistência Social de Leopoldina, a assistente social, Emiliane Reis Pereira, representando a categoria de trabalhadores (sociedade civil) e representando a categoria de usuários do referido Conselho, Maria do Carmo de Oliveira.
 
Com o tema>Garantia De Direitos No Suas. Organizar, Lutar E Resistir, trabalhadores, gestores, usuários e conselheiros da assistência social se reuniram para avaliar a situação da área na perspectiva do Sistema Único de Assistência Social (Suas) e deliberar sobre uma agenda de Organização, Luta e Resistência em Defesa do Suas.
 
A Conferência é um espaço de participação democrática, onde os usuários são os protagonistas. É uma oportunidade de reafirmar o papel da assistência social como uma política de garantia de direitos e acesso aos serviços para melhoria das condições de vida e empoderamento dos usuários.
 
Organizada pelo Conselho Estadual de Assistência Social de Minas Gerais (CEAS-MG), do qual faz parte a Secretária Municipal de Assistência Social, Maria do Carmo Brandão Vargas Villas, na condição de Conselheira Estadual, e pela Secretaria de Estado de Trabalho e Desenvolvimento Social (SEDESE), a 12ª Conferência Estadual de Assistência Social foi precedida por 21 conferências regionais e 841 conferências municipais. No município de Leopoldina a Conferência Municipal de Assistência Social foi realizada no dia 28 de junho de 2017.
 
Estruturada em mesas temáticas e plenárias temáticas, a Conferência Estadual, além de promover o debate, teve momentos de resistência ao contexto de ameaça aos direitos sociais conquistados com a Constituição Federal de (1988). O encontro também funcionou como um dos pré-requisitos para a Conferência Nacional, que acontecerá entre os dias 5 e 8 de dezembro, em Brasília.
 
Os temas que nortearam as discussões foram subdivididos em quatro eixos: A proteção social não-contributiva e princípio da equidade como paradigma para a gestão dos direitos socioassistenciais; Gestão democrática e controle social: o lugar da sociedade civil no SUAS; Acesso às seguranças socioassistenciais e a articulação entre serviços, benefícios e transferência de renda como garantias de direitos socioassistenciais; e a legislação como instrumento para uma gestão de compromissos e a corresponsabilidade dos entes federativos para a garantia dos direitos socioassistenciais.
 
 
Enviado por Iago G. Xavier - Assessoria de Imprensa da Prefeitura Municipal de Leopoldina
Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »