13/11/2017 às 09h07min - Atualizada em 13/11/2017 às 09h07min

José Ferraz critica corrupção política e falta de investimentos na saúde

O parlamentar comentou sobre a situação financeira da Casa de Caridade Leopoldinense a qual possui uma dívida de R$11 milhões de reais, com R$200 mil reais de juros mensais e R$180 mil reais de déficit.

Uma das prerrogativas do vereador é, através da sua representação, fazer a voz da população ser ouvida. Uma maneira de alcançar esse objetivo é utilizando o espaço de manifestação que a Casa Legislativa lhe faculta.Desde que retornou à Câmara Municipal, Dr. José Ferraz Rodrigues tem utilizado desse expediente com firmeza. Raras são as sessões em que não se ouve uma manifestação oral do parlamentar. Crítico sagaz da corrupção política e defensor incansável de maiores investimentos na saúde, Dr. José Ferraz utiliza da tribuna da Câmara para tecer análises críticas sobre diversos assuntos.
 
Recentemente o vereador comentou sobre o número de partidos políticos existentes no Brasil, atualmente cerca de 37 legendas. Ele salientou a falta de lealdade e honestidade dos representantes políticos, especialmente deputados e senadores, responsabilizando-os pelo fracasso nas áreas de saúde, educação e segurança.
 
Dr. Ferraz informou que cada deputado federal tem direito a 15 milhões de reais em emendas por ano e frisou que a distribuição desses recursos praticamente garante a perpetuação no poder. Como médico, lamentou que, desse total de recursos, muito pouco seja destinado aos hospitais e aproveitou para fazer um questionamento: “Será que os deputados não mandam dinheiro para o hospital de Leopoldina em virtude da seriedade e do rigor na fiscalização da aplicação correta desses recursos?”
 
O parlamentar comentou sobre a situação financeira da Casa de Caridade Leopoldinense a qual possui uma dívida de R$11 milhões de reais, com R$200 mil reais de juros mensais e R$180 mil reais de déficit. Ele explicou que o hospital enfrenta essa situação em virtude de que 90% dos serviços são realizados através do SUS que não reajusta os valores desde 2008. “Os políticos fazem com que os prestadores de serviço e hospital fiquem refém dos governos estadual e federal”, frisou José Ferraz.
 
O vereador considerou que os maiores prejudicados são os pacientes que têm de enfrentar uma longa e cansativa burocracia para ter acesso a um atendimento especializado, sendo que muitos desistem no meio de tantas dificuldades administrativas e financeiras. Ele foi enfático ao dizer que a culpa é dos criminosos de colarinho branco, deputados e senadores, e também do Judiciário.
 
Dr. José Ferraz lembrou que, no próximo ano, haverá eleições e o que se vê atualmente são todos os partidos envolvidos no fundo partidário, utilizando a mídia, sempre com a intenção de enganar a população. Ele ressaltou que a partir de agora as cidades do interior vão receber as visitas desses deputados que promovem reuniões em clubes e vêm dispostos a trocar votos por R$50 reais, cimento e churrasco, e depois vão desaparecer. 
 
O vereador reconheceu que há políticos sérios, mas frisou que a maioria é desonesta e utiliza a prática comum de trocar de partidos constantemente, sem demonstrar nenhuma afinidade com a ideologia partidária. “Todos os partidos são, em geral, desonestos, mas há pessoas boas, bons candidatos”.
 
Dr. José Ferraz justificou seu posicionamento crítico ao comentar a decisão de acabar com as coligações nas eleições proporcionais a partir de 2020. Ele defendeu que seria mais oportuno que essa decisão já valesse para as eleições do próximo ano. “Todos os partidos nivelam no mesmo patamar e todos agem com desonestidade, deixando a população em desvantagem”.
 
Ao concluir seu pronunciamento, o vereador lamentou que, sem esperar os resultados das eleições do próximo ano, setores políticos de Leopoldina já discutem a eleição majoritária de 2020, deixando de refletir sobre o momento atual de dúvidas, incertezas e desconfiança na classe política. “Pagamos o preço pela má gestão a nível estadual e federal”, salientou Dr. José Ferraz. 

Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »