23/11/2017 às 18h24min - Atualizada em 23/11/2017 às 18h24min

Lisboa realiza exposição durante a 10ª Trienal Internacional de Gravura, na França.

O artista, que acaba de chegar de Paris, onde compareceu ao vernissage da sua exposição, falou ao jornal Leopoldinense sobre os detalhes do evento

O prefeito de Royat dando as boas vindas a Lisboa.
O artista leopoldinense, Paulo Roberto Lisboa, foi convidado a realizar uma exposição individual durante a 10ª Trienal Internacional de Gravura, na França. Reconhecido como mestre da gravura em metal (técnica complexa que o artista domina plenamente), Lisboa tem obras em acervos no Brasil e em diversos países do exterior.
 
O artista, que acaba de chegar de Paris, onde compareceu ao vernissage da sua exposição, falou ao jornal Leopoldinense sobre os detalhes do evento:

 “Por ter ganhado um prêmio na 14ème Triennale Mondiale de L'Estampe de Chamalières, em 2014, fui convidado pela organização do evento, em nome do presidente da AMAC – Association Municipale d'Art Contemporain de Chamaliéres -, Monsieur Jean Bonnard, para uma individual, fazendo parte da programação da 10ª Trienal, e também como delegado com poder de indicar dois artistas brasileiros a participar da trienal com 5 gravuras. Indiquei Ana Rocha e Luisa Gasparini, duas ex-alunas que se especializaram em gravura comigo na Escola Guignard”.
 
A exposição foi aberta no dia 16 de outubro de 2017, mas o vernissage foi dia 19 às 18 h, na galeria do Hotel de Ville de Royat, ficando até dia 4 de novembro.


 
Lisboa agradecendo as homenagens

“O prefeito Monsieur Michel Aledo fez um pequeno discurso de abertura, falando sobre o Brasil e agradecendo minha presença, e em seguida eu fiz um agradecimento aos presentes e à Ville de Royat. (com Sarah Dugrip, francesa que fala bem o português, fazendo a tradução para o francês), em seguida foi servido um coquetel, depois fotos e cumprimentos.Foram expostas 30 gravuras criadas entre 2007 e 2017, com o texto do catálogo de autoria de Barbara Lissa, de Belo Horizonte, aluna da Escola Guignard, da Universidade do Estado de Minas Gerais, onde sou professor de gravura”.
 
As fotos atestam o sucesso do evento e o bom acolhimento que o artista teve pelos organizadores e pelos outros artistas.Desejamos as boas vindas e parabéns pelo reconhecimento alcançado, que só vem reforçar o que já tem.


Lisboa junto com franceses tendo ao fundo algumas gravuras

 
 

 
Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »