12/03/2018 às 09h48min - Atualizada em 12/03/2018 às 09h48min

Curso de Jardineiro do Senar ajuda a revitalizar praça em Fervedouro

Em Leopoldina existem muitos espaços públicos que podem ser melhorados com ação semelhante. Veja links com matérias relacionadas no final da matéria

Praça no distrito de São Pedro do Glória, em Fervedouro
O curso de Jardineiro do Serviço Nacional de Aprendizagem Rural (Senar Minas) ajudou a revitalizar uma área que estava abandonada e transformá-la em uma praça com várias árvores e plantas no distrito de São Pedro do Glória, em Fervedouro.

O diferencial do treinamento foi que, além de se capacitarem profissionalmente, os 11 alunos contaram com o envolvimento dos moradores. Com esse trabalho participativo, o curso do Senar ampliou a sua contribuição ao trabalhar junto à comunidade com a formação do sentimento de pertencimento e conservação.

A área de cerca de 700 metros quadrados parecia com um depósito de lixo e entulho e apresentava muito mato. Após limpeza e nivelamento do terreno, ganhou grama em toda a sua extensão, com dois caminhos centrais, calçada no entorno e instalação de oito bancos em locais estratégicos e três mesas debaixo da sombra de uma castanheira, além de árvores e plantas arbustivas.

A adesão da comunidade foi muito significativa e ocorreu com doações de madeira de eucalipto, mudas, plantas, adubo, calcário e empréstimo de ferramentas. Além disso, os alunos aprenderam a trabalhar com as opiniões dos moradores como uma estratégia de comprometimento da população com a obra. Segundo o engenheiro florestal e instrutor da capacitação, Eduardo Elias Silva dos Santos, havia a necessidade de transformar o terreno em um espaço humanizado e voltado para reuniões e lazer.

"O bacana foi que os alunos se capacitaram como profissionais e também o tema foi absorvido como um valor pela comunidade e adotado como qualidade de vida. Para a autoestima de todos, foi muito legal. Eles ajudaram a construir a praça e vão aproveitar. Plantas foram identificadas e placas foram instaladas chamando a atenção para a conservação do local. Trabalhamos com o tratamento sustentável da paisagem para as pessoas possam perceber que, através da jardinagem, é possível melhorar a qualidade de vida, tornando os lugares mais sustentáveis e agradáveis para o convívio humano", ressaltou. 

No curso são trabalhados, na teoria e na prática, temas como planejamento, preparo do local e implantação de jardins em espaços abertos, recipientes e de gramados, além de manutenção, capina, adubação, poda, transplantio e irrigação, entre outros assuntos. "Os alunos desenvolvem as habilidades básicas, específicas e gerenciais necessárias para ocupar a função de jardineiro e de empreendedores na jardinagem, podendo montar o próprio negócio", explicou o instrutor.

Para a mobilizadora do Sindicato de Produtores Rurais de Miradouro, Maria Rita Leite, foi muito gratificante ver essa transformação, que vai beneficiar os moradores do distrito. Ela teve a ajuda do vereador Romeu Sampaio na formação da turma para o treinamento.

"Foi feita uma limpeza pela Prefeitura. Articulei com o prefeito e vice-prefeito e envolvemos a comunidade neste trabalho. Conseguimos sacos de cimento e caminhões de brita e areia. A calçada será feita pelos moradores em um mutirão. Está garantida a conservação dessa praça, já que todos ajudaram, é a sensação de pertencimento. Estudantes também fizeram visitações no período de aula para acompanhar os trabalhos e podendo, com isso, educar-se ambientalmente", contou o vereador.

Veja matérias relacionadas nos links abaixo:
  

Mesmo após inúmeros apelos, praça no Pirineus continua abandonada

Moradores da Cohab Velha pedem mais atenção com a praça do bairro


 
Fontes> Gazeta de Muriaé e Arquivo do Jornal Leopoldinense
 
Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »