20/03/2018 às 17h04min - Atualizada em 20/03/2018 às 17h04min

Prefeitura cede e oferece 2,5% de reajuste salarial

Vale alimentação dos servidores passará de R$340,00 para R$350,00.

Luiz Otávio Meneghite
O prefeito reuniu os secretários para anunciar a decisão
O Prefeito José Roberto de Oliveira acaba de ceder ao apelo do Sindicato dos Servidores Públicos Municipais de Leopoldina e melhorou a oferta de reajuste salarial de 2% para 2,5% e o vale alimentação passará dos atuais R$340,00 para R$350,00. O Sinserpu havia proposto um reajuste de 12% e o vale alimentação de R$550,00.

A informação foi passada ao Jornal Leopoldinense pelo Secretário Municipal de Administração, Bruno Flores Gonçalves, que esclareceu que a Administração Municipal quer manter a regularidade do pagamento dos salários em dia e optou por oferecer um percentual que assegure isso.

A Presidente do SINSERPU-Sindicato dos Servidores Públicos Municipais de Leopoldina, Sebastiana Célia Robert Tavares, assinou Edital de Convocação de Assembléia Geral Extraordinária, a ser realizada nesta terça-feira, 20 de março, a partir das 17h50min, no Salão Social do Clube Cutubas.

Na pauta, a aprovação ou não das propostas de reajustes, salarial e do auxílio alimentação, bem como os demais itens da pauta de negociação da Administração Municipal para a categoria e definição dos rumos das negociações.

Se a proposta for aprovada pela Assembléia convocada para esta terça-feira, um projeto de lei será encaminhado à Câmara Municipal de Leopoldina nesta quarta-feira, 21 de março, para ser votada a tempo de o reajuste ser incluído na folha do mês de março, cujo pagamento já está previsto para ser feito na quinta-feira, 29 de março, antes do feriado de Sexta-Feira da Paixão.

Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »