13/04/2018 às 08h03min - Atualizada em 13/04/2018 às 08h03min

Prefeito assina autorização para realização de 80 cirurgias de cataratas e 800 consultas de oftalmologia

As consultas já estão sendo marcadas de acordo com a fila de espera que já havia na Secretaria de Saúde e começarão a ser atendidas a partir do dia 19 de abril.

O Prefeito autorizou a Secretária Lúcia Gama a contratar as cirurgias e as consultas oftalmológicas
Iago Geraldo Xavier-Assessoria de Imprensa da PML
 
O Prefeito José Roberto de Oliveira autorizou a Secretária Municipal de Saúde, Lúcia Helena Fernandes da Gama, a liberar 800 consultas oftalmológicas e 80 cirurgias de catarata para pacientes do SUS.
 
Alguns serviços que a Secretaria de Saúde presta, tem seu número represado por diversos motivos, dentre eles, quando não se tem certo profissional disponível no município, a Secretaria busca esse serviço em outras cidades através da PPI (Programação Pactuada Integrada) e muitas vezes as cidades contratadas não cumprem devidamente o que foi pactuado.
 
Neste ano de 2018, a área da saúde do município recebeu um acerto do Governo Federal pois há dois anos a saúde mental de pacientes do SUSde Leopoldina vem sendo tratada com recursos próprios e juntamente a esse acerto, foi recebida também outra verba para ser gasta dentro da área de saúde. Graças à diversas emendas parlamentares recebidas para serem aplicadas em diversos programas da Secretaria, a Prefeitura não precisará investir tanto de seus recursos próprios na área, mesmo com a grande dívida do Estado para com o município.
 
Hoje, a dívida  apenas com a Secretaria de Saúde está em torno de 8 milhões de reais. Preocupado com esse grande número de consultas pendentes, principalmente na área de oftalmologia, o prefeito municipal autorizou que fossem marcadas 800 consultas via Consórcio. Foram liberadas também 80 cirurgias de cataratas, a princípio, dentre alguns outros procedimentos ainda não divulgados pela Secretaria. 
 
Segundo a Secretária Lúcia Gama, as consultas já estão sendo marcadas de acordo com a fila de espera que já havia na Secretaria de Saúde e começarão a ser atendidas a partir do dia 19 de abril.
 
O mutirão que será feito através do Estado também já foi aberto, mas até o momento a Casa de Caridade Leopoldinense e o hospital responsável da cidade de Ubá ainda não se manifestaram para começar as marcações.
    
O Prefeito Municipal de Leopoldina, José Roberto de Oliveira, ressalta também que dentre esses recursos, está presente a verba não utilizada no Carnaval.
 
 
 
Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »