15/04/2018 às 16h14min - Atualizada em 15/04/2018 às 16h14min

Dr. Roberto Britto confirma sua pré-candidatura a Deputado Estadual

PSL fará lançamento oficial da candidatura no mês de agosto com a presença de seu pai, o prefeito de Leopoldina Dr. Zé Roberto

O médico Dr. Roberto Britto de Oliveira confirmou que é pré-candidato ao cargo de Deputado Estadual para as eleições deste ano, pelo PSL – Partido Social Liberal. Ele é nascido em Leopoldina e tem uma clínica de ultrassonografia na cidade, além de atender os seus pacientes em municípios da região como Cataguases e Juiz de Fora.  É filho do atual prefeito de Leopoldina Dr. José Roberto de Oliveira, que está no seu quinto mandato como gestor do município.

Nesta entrevista concedida ao jornal Leopoldinense, ele comenta sobre os seus anseios para a região da Zona da Mata, das carências de políticas públicas e representatividade política na região, além de projetos voltados à saúde.

Por que o desejo de disputar a eleição?

É claro que esse desejo não despertou de uma hora para outra, pois, na vida a motivação vem no nosso dia a dia e os nossos anseios por dias melhores vão nascendo em nosso íntimo. Na realidade ao ver as dificuldades enfrentadas pelos municípios em atender a sua população e tenho essa experiência e convivência com os anos de governo do meu pai, fez com que eu ambicionasse poder ser um representante da nossa cidade e da região, podendo ajudar a ser um elo de ligação entre os municípios e o governo do estado e fazer valer a nossa voz em prol de seus problemas, dificuldades e desejos, que não serão os meus, mas o do povo.

Tenho a consciência que hoje a política é diferente de anos atrás e hoje o foco é o combate a corrupção e há uma dinâmica existente no meio e vejo que o diálogo, as parcerias são pontos fundamentais na política atual.

Qual a participação de seu pai na sua decisão de se candidatar?

O meu pai inicialmente foi totalmente contra e disse que não gostaria que eu vivenciasse o que ele passa no seu dia a dia, as aflições, decepções e dificuldades na luta por objetivos da comunidade e acima de tudo a incompreensão dos objetivos não alcançados. Mas depois que ele observou que meu desejo era maior e irredutível, disse: como meu filho não posso deixa-lo sozinho e abraçarei a sua causa, como se fosse a minha. Com isso ele hoje por certo está abraçando a minha campanha de pré-candidato.

Como avalia suas chances de se eleger?

São grandes as chances, por vários motivos: primeiro um partido pequeno e que atualmente não tem um deputado estadual eleito, mas que está em ascensão; temos um pré-candidato a presidente, Bolsonaro, que apesar de polêmicas aparte tem uma presença grandiosa nessa campanha e segundo as pesquisas é um dos líderes e consequentemente ajudará em muito a legenda e agregará votos para todos nós do partido; outra coisa importante é a preocupação com a renovação política, o partido selecionou entre 116 pré-candidatos e aqueles que já disputaram e obtiveram mais de 25 mil votos no passado, foram excluídos dessa campanha, pois, o foco é renovar e trazer novas ideias para a política do PSL.

Quais são as suas considerações sobre a importância de Leopoldina e região ter uma representatividade na ALMG?

É essencial, não só para Leopoldina, bem como para nossa microrregião como: Cataguases, Além Paraíba, Recreio, Argirita, Astolfo Dutra, Dona Eusébia, Estrela Dalva, Laranjal, Itamarati de Minas, Santana de Cataguases, Volta Grande, enfim as cidades da Zona da Mata. Por mais que os políticos tenham seus aliados, não podemos deixar de ver que cidades que tem o seu representante tem mais oportunidades e na realidade só quem convive com nossos problemas pode saber e lutar para soluciona-los.

Quais as vantagens dessa representatividade? 

As vantagens são ter um diálogo mais presente com as lideranças políticas do estado e do país, ter alguém que lute por essas cidades que são esquecidas e só lembradas no momento do voto. É fundamental para a nossa região ter realmente uma pessoa que fale, pense e viva o nosso dia a dia.

Como você avalia a situação de Leopoldina e da Zona da Mata?

Apesar dos esforços dos prefeitos e lideranças políticas, no qual eu incluo meu pai, não podemos negar que a Zona da Mata está esquecida, não de hoje, mas há anos.  Há exceções, aquelas que tem seus representantes em nível estadual e federal e que tem sua visibilidade, mas se não aproveitarmos a oportunidade desse momento, em termos uma pessoa que realmente tem chances reais de se tornar um pré-candidato, candidato e deputado estadual, representando a nossa microrregião perderemos o trem da história.

Que projetos estariam dentro de sua visão estratégica para a região? 

A nossa região é estrategicamente bem localizada, principalmente Leopoldina, pois temos uma vasta área a ser explorada no turismo e nossos potenciais naturais são excelentes.  Uma de minhas prioridades é dar continuidade e terminar as obras que o estado tem coparticipação e que estão paralisadas em todos os municípios.

Quais as áreas que precisam de mais atenção, a seu ver, na região?

Sem dúvida nenhuma a itens que temos que atacar de imediato como o desemprego com geração de emprego, a saúde que deixa a desejar apesar dos esforços, a segurança pública que devido aos fatores sociais aumenta a cada dia, além, é claro, da educação e área social. Na realidade há um tripé que pode colaborar e muito com a população: saúde, educação e assistência social, trabalhando juntos para melhorar as condições de nosso povo.

Cite dois projetos que pretende apresentar, se eleito.

As ideias são muitas, mas de início irei tentar implantar o Cirurgia Zero, que é tentar diminuir as filas de espera nas cirurgias eletivas, que é uma obrigação do estado e que aumenta a cada ano e a população sofre, meu projeto visa dar prioridade a essa causa e se não zerar, diminuir e muito as filas de espera.

Outro projeto é tentar viabilizar meios de atrair empresas, empregos para nossa região, porque ao darmos o emprego damos dignidade e esperança ao povo e automaticamente estaremos aumentando a autoestima das pessoas, nesse caso, fazer projetos e parcerias com os órgãos vinculados à área, como BDMG, FIEMG, Associação Comercial e demonstrar que nossa região é rica e tem seus valores e suas potencialidades.

Deixe a sua mensagem ao eleitor

Sei que os acontecimentos atuais fazem com que a população desacredite na política e nos políticos, mas temos que ter a consciência que a política está presente na nossa convivência, no modo de relacionar e em tudo que fazemos.

O meu compromisso é honrar a cada voto, a cada esperança em mim depositada e acredito que não podemos perder essa oportunidade de termos um representante da nossa cidade e microrregião junto ao estado, pois através dessa representação tudo se tornará mais fácil, através das emendas parlamentares no estado, na luta junto aos deputados federais.

A esperança de melhorias não é só minha, mas de todo o povo e o meu compromisso é representar cada um e poder olhar nos olhos de cada cidadão e poder dizer: eu te represento, eu sou sua voz.
 

Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »