18/04/2018 às 16h02min - Atualizada em 18/04/2018 às 16h02min

Confirmado o primeiro caso de óbito por febre amarela em humano em Leopoldina.

O Prefeito Municipal, Dr. José Roberto de Oliveira autorizou todas as medidas necessárias para o pleno e efetivo enfrentamento da situação.

Enviado por Iago Geraldo Xavier
Reunião definiu as ações a serem implementadas.
A Secretaria Municipal de Saúde de Leopoldina obteve nesta quarta-feira, 18 de abril, a confirmação do primeiro óbito por febre amarela em humano em Leopoldina. Logo após receber a notícia, a Secretária Municipal de Saúde, Lucia Helena Fernandes da Gama, comunicou sobre o fato ao Prefeito Municipal, Dr. José Roberto de Oliveira que autorizou todas as medidas necessárias para o pleno e efetivo enfrentamento da situação.
 
A secretária e a Coordenadora da Vigilância Epidemiológica, Maria Emilia Teixeira Guimarães, convocaram representantes de todas as unidades de saúde do município e do programa de combate a endemias para uma reunião visando a elaboração das ações a serem implementadas.
 
O Ministério da Saúde sugere o diâmetro de 1km da localidade do óbito para varredura e vacinação casa a casa, porém, foi decidido para os primeiros dias a realização desse primeiro diâmetro, e após a conclusão, o avanço do diâmetro para 2km do domicílio onde ocorreu o óbito, visando uma maior efetividade na ação de bloqueio.
 
O Setor de Epidemiologia também informa que não há certeza de que o caso foi contraído no município, uma vez que a vítima do óbito viajava com frequência. Assim, a Secretaria Municipal de Saúde pede o apoio da população para o enfrentamento de mais esta batalha juntos!
 
Iago G. Xavier-Assessoria de Imprensa da Prefeitura Municipal de Leopoldina

Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »