11/08/2014 às 16h26min - Atualizada em 11/08/2014 às 16h38min

Ibitipoca inaugura primeira Central de Negócios de Turismo e hospitalidade do país

Assessoria de Imprensa do Sebrae Minas
Conceição do Ibitipoca, distrito de Lima Duarte, esconde as belezas natureza da Serra da Mantiqueira.

Treze empresários de pequenos negócios de Conceição do Ibitipoca, na Zona da Mata, se unem para formar a primeira Central de Negócios do país nos segmentos de turismo e hospitalidade.  Entre os resultados contabilizados pelo grupo estão a melhoria da gestão e aumento do poder de compra.  Para consolidar esta união, no dia 14 de agosto, será realizado o lançamento oficial da Rede Ibitipoca.

Há 90 km de Juiz de Fora, Conceição do Ibitipoca, distrito de Lima Duarte, esconde as belezas natureza da Serra da Mantiqueira. Com vocação para o turismo de aventura e rural, o Parque do Ibitipoca  é um paraíso no meio as montanhas, grutas, cavernas e cachoeiras com águas turvas. A região atrai cada vez mais turistas interessados em descansar e praticar esportes como tracking, mountain-bike, cavalgada, offf-road e do motocross.

Desde 2013, o Sebrae Minas, com o apoio da Associação do Municípios do Circuito Turístico Serras de Ibitipoca, vem trabalhando na região com o objetivo de mobilizar os empresários para melhorar a gestão dos negócios e o serviço prestado aos turistas. “Faltava mão de obra qualificada, os empresários não tinham controle financeiro e ainda estavam desmotivados. Percebemos que os pequenos negócios juntos se tornavam mais fortes e mais competitividade.”, explica o analista do Sebrae Minas, José Tarcísio Fagundes de Paula.

Rede Ibitipoca é integrada por donos de hotéis, pousadas, restaurantes, bares, receptivos e o comércio local. Os empresários receberam apoio do Sebrae  Minas desde a formação da grupo até a capacitação em gestão, formação de preço de venda, atendimento ao cliente e crédito.  “O primeiro desafio foi unir os empresários. Para isso, realizamos a Cultura da Cooperação, em que perceberam que poderiam ser aliados e não concorrentes”, conta o analista do Sebrae.

Os empresários descobriram também que entre as vantagens do trabalho em conjunto está a ampliação de mercados e o aumento da competitividade. Além disso, poderiam fazer compras coletivas, barganhar nas negociações, criar planos de marketing e treinar os funcionários para melhor a qualidade do atendimento aos clientes.

Há um ano, o grupo já conseguiu aumentar as compras em 27%, ampliando o desconto com os fornecedores. Outro ganhou foi o aumento do número de clientes e consequentemente o a contratação de mais funcionários.  “Comprando mais, nossos fornecedores davam descontos maiores, o que gerava vantagem para todos. Aumentamos nossos lucros e a taxa de ocupação”, explica o presidente da Central de Negócios, Marcus Marchiori.

Outra conquista do grupo foi a criação do Centro de Informação de Apoio ao Turista, que será inaugurado no dia 15 deste mês, no centro da vila. O espaço também será usado com central de reserva da Rede. “Reformamos o espaço e contratamos uma turismóloga para orientar os turistas sobre as opções de passeios, restaurantes e meios de hospedagens”, conta Marcus.

Também foi feito um planejamento de marketing conjunto, com a criação de site e de uma marca própria.  “Descobrimos que trabalhar em grupo é um bom negócio”, diz o presidente da Central.

Parceria

A experiência do Sebrae Minas ajudou a projetar e colocar em funcionamento outras 32 Centrais de Negócios, integradas por mais de 500 empresários. O processo de capacitação para criação de uma Central de Negócios segue uma metodologia aplicada em 300 horas, com várias etapas, preparando os empresários para uma nova realidade.

Ao longo do trabalho, os empresários definem qual será a constituição jurídica da Central de Negócios que melhor atenda às necessidades do grupo. Ela pode ser associação, cooperativa ou uma sociedade de propósito específico. “A princípio, os empreendedores são atraídos pelo interesse em realizar compras conjuntas. Porém, durante o processo percebem que a Central de Negócios oferece um universo de possibilidades e vantagens que, executadas coletivamente, podem ampliar o mercado de atuação e gerar oportunidades de novos negócios”, observa analista da Unidade de Acesso a Mercados de Relações Internacionais, Algeny Ferreira.

Lançamento da Central de Negócios Rede Ibitipoca – Turismo e Hospitalidade

Dia 14 de agosto, às 19h

Pousada Vila Leve

 Estrada estadual do parque Ibitipoca, 69 - Lima Duarte

Confirmação de presença: (32) 8491-6469

Assessoria de Imprensa do Sebrae Minas

 

 


Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »