15/05/2018 às 18h20min - Atualizada em 15/05/2018 às 18h20min

Pastor Darci prioriza aproximação da população e transparência das atividades legislativas

Ele convida a população de Leopoldina a acompanhar as reuniões da Câmara, comparecendo no plenário ou assistindo através das transmissões ao vivo via internet.

O Presidente da Câmara de Leopoldina, Darci José Portela presta contas de sua atuação parlamentar (Foto: João Gabriel Baía Meneghite)
Exercendo seu terceiro mandato como vereador e ocupando pela primeira vez a presidência da Câmara Municipal, Pastor Darci José Portella tem pautado seu trabalho de maneira íntegra, atuando junto à comunidade, encaminhando seus pedidos, investigando denúncias, fiscalizando o Poder Executivo e procurando sempre melhorar o funcionamento do Legislativo. 
 
Em virtude dessa postura, tornou-se cena comum encontrar o Pastor Darci junto do cidadão leopoldinense, ouvindo seus anseios e solicitações para, em seguida, fazer os encaminhamentos necessários para cada situação. Consciente de que a população não pode ficar sem uma resposta, o parlamentar lida de maneira atenciosa com as mais diferentes situações que chegam ao seu conhecimento, demonstrando sempre disposição para servir à comunidade.
 
A indicação é um dos instrumentos que o vereador possui para cobrar solução para os problemas e carências nas mais diversas áreas, promovendo, assim, a intermediação entre a população e a Prefeitura Municipal. Como fiscal do povo, as proposições elaboradas pelo Pastor Darci não ficam limitadas a apenas uma área da cidade. “Eu não sou vereador de um bairro ou de um distrito, mas, sim, de toda a população da esfera municipal. Por isso meu trabalho é dirigido a toda a comunidade do município”, frisou.
 
Recentemente, em atendimento à demanda do centro da cidade, o vereador conseguiu aprovar a indicação nº 066/2018, solicitando reforma do calçamento da Rua Rubens Duarte, nas proximidades do Clube do Moinho. Ao justificar sua iniciativa, Pastor Darci explicou que no local havia paralelos soltos que estavam estreitando a rua, colocando em risco a vida útil dos veículos e a integridade física dos pedestres.
 
Para o Bairro Imperador, entre outros pedidos, o vereador aprovou indicação para que seja realizada manutenção geral do calçamento da rua Agnelo Correa do Bem. Também foram alvo de seus pleitos uma limpeza geral nas ruas do bairro, além de maior agilidade na conclusão das obras de construção de uma creche e de um muro, além da recomposição da rua Agnelo Correa do Bem para que a população volte a ser atendida pelo transporte coletivo.
 
No Bairro São Cristóvão, depois de solicitar completa remodelação das praças centrais do bairro, Pastor Darci aprovou uma indicação sugerindo providências urgentes quanto ao esgoto a céu aberto que corre na rua Clóvis Salgado e que provoca um desconforto muito grande nos moradores em virtude do mal cheiro.
Recentemente, o vereador encaminhou uma demanda dos moradores do Bairro Jardim Bela Vista. Através de indicação, ele solicitou ao Poder Executivo que tomasse providências para contenção de um tampão de concreto que ameaça desmoronar sobre uma casa na rua Antônio do Vale Neto, colocando em risco a integridade dos moradores do local.
 
Essas são algumas das inúmeras indicações elaboradas pelo vereador Pastor Darci, numa demonstração de que não vem exercendo seu mandato fechado apenas em seu gabinete. “Pelo contrário, minha atuação é maior fora da Câmara Municipal. Faço visitas constantes a comunidades e bairros para conhecer a realidade local, ouvir seus moradores e encaminhar as demandas sociais”, salientou o vereador.
 
Em seguida, Pastor Darci aproveitou para convidar a população de Leopoldina a acompanhar as reuniões da Câmara, comparecendo no plenário ou assistindo através das transmissões ao vivo via internet. Segundo ele, as transmissões das reuniões foi um grande passo dado pela Câmara, objetivando a transparência das atividades legislativas, a democratização da informação, a interação pública, além da formação política da sociedade.
 
“Como representantes legítimos da população, é necessário que os vereadores tenham suas atuações acompanhadas pelos cidadãos, sendo cobrados, avaliados criticamente ou recebendo apoio para o desempenho de suas funções. É preciso reduzir a distância entre o poder da participação e o poder da decisão”, concluiu. 
 
Fonte> Câmara Municipal de Leopoldina

Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »