15/06/2018 às 15h32min - Atualizada em 15/06/2018 às 15h32min

Deputado Marcelo Aro presta contas e anuncia mais uma emenda parlamentar para Leopoldina

Somada às emendas anteriores, ele contabilizou o valor de R$800.000,00 para o Município de Leopoldina.

João Gabriel Baia Meneghite
O deputasdo Macelo Aro prestou contas de seu mandato em favor de Leopoldina
O Deputado Federal Marcelo Aro (PHS) esteve em Leopoldina na noite desta quinta-feira, 14 de junho, para uma reunião com objetivo de prestar contas de seu mandato. O evento aconteceu na Igreja Metodista Bom Pastor, antiga sede do Café Ema, onde o parlamentar se reuniu com lideranças de diversos segmentos da sociedade, como representantes de entidades filantrópicas, líderes de projetos sociais, políticos, pastores de igrejas e a população.


A anfitriã do encontro foi a Vereadora Kélvia Raquel

A anfitriã do encontro foi a vereadora do município de Leopoldina Kélvia Raquel de Souza Ribeiro Santos, também do PHS. Em seu discurso, ela agradeceu ao deputado pelas emendas parlamentares direcionadas a Leopoldina, explicando que maior parte desses recursos foram investidos na saúde. Ela salientou que na última eleição, Marcelo Aro teve apenas quarenta e dois votos na cidade e, mesmo assim, não deixou de atender os pedidos que ele julga necessário para a população. Kelvia informou que na última sessão da Câmara Municipal de Leopoldina foi aprovada uma ‘Moção de Congratulação’ ao deputado, agradecendo os valores que foram destinados ao município. Disse também que pretende lhe conceder o título de Cidadão Honorário de Leopoldina.


O evento aconteceu na Igreja Metodista Bom Pastor, antiga sede do Café Emma

Também discursaram na ocasião Maria do Carmo Brandão Vilas, Secretária Municipal de Assistência Social e Wolney Aguilar, administrador da Casa de Caridade Leopoldinense, que salientaram a importância das emendas parlamentares para manutenção das entidades constituídas do Município.

Em seu discurso, Marcelo Aro falou sobre a sua trajetória pessoal e política - ele tem 30 anos de idade e é natural de Belo Horizonte, formado em comunicação social e direito. Aos dezessete anos, decidiu entrar para a política, motivado por um amigo que o levou para visitar uma família numa região muito pobre do Norte de Minas. Sensibilizado com o que viu, pensou em diversas formas de arrecadar fundos na igreja que frequenta para ajudar aquela família.


Um momento de oração durante  o encontro

Ele ouviu conselhos de que a única forma de mudar a vida das pessoas, seria entrando para a política. “Foi a primeira vez que a palavra política entrou nos meus ouvidos sem rejeição. A partir disso, estudei todos os estatutos de partidos e me identifiquei com o PHS, baseado na doutrina social cristã e que coloca o ser humano em primeiro lugar”, comentou.

Aos 25 anos de idade candidatou-se a vereador em Belo Horizonte, se elegendo com 9.412 votos. Marcelo explicou que não teve tempo para fazer campanha naquela ocasião, devido a um dilema familiar – sua filha recém-nascida estava entre a vida e a morte. Segundo ele, a sua eleição na capital mineira foi uma surpresa para todos, sendo o vereador mais jovem. “Fiz um mandato diferenciado, abri mão de uma verba indenizatória que tinha direito, realizei 52 audiências públicas, adquiri a prestações uma Van que denominei de ‘Gabinete Móvel’, visitando os 481 bairros de Belo Horizonte. Sem nenhum apoio político me candidatei a Deputado Federal, sendo eleito com 87.113 votos aos vinte e sete anos”.

O jovem parlamentar fez questão de dizer que tem seis anos de vida pública e não responde a nenhum processo, não consta em nenhuma lista ou delação premiada. Também falou sobre o período de juventude no Partido Humanista da Solidariedade – PHS, passando por diversos cargos desde o diretório municipal a presidente nacional do partido.

Ao final do discurso, frisou que, mesmo tendo poucos votos em Leopoldina, adotou a cidade e fez várias emendas parlamentares. Ele anunciou mais uma emenda no valor de R$200.000,00, para serem destinadas para a área da saúde da cidade. Somada às emendas anteriores, ele contabilizou o valor de R$800.000,00 para Leopoldina. Marcelo fez um pedido público aos políticos de Leopoldina, que se mobilizassem no sentido de parte desses recursos da última emenda, sejam direcionados a APAE de Leopoldina.

Ele esclareceu que a maioria dos recursos já foram depositados e outros estão em trâmite administrativos. Ao finalizar a sua fala, disse que está na vida pública e tem uma missão: chegar à presidência da República. “Não é por vaidade, vamos trabalhar muito para chegar lá, temos muita estrada pela frente”, finalizou.
 
 
Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »