12/07/2018 às 13h00min - Atualizada em 12/07/2018 às 13h00min

Atletas de Kung Fu de Leopoldina conquistam 23 medalhas em Belo Horizonte

13 deles representarão Leopoldina no XXVIX Campeonato Brasileiro de Kung-Fu Wushu que acontecerá de 05 a 09 de setembro na cidade de Londrina – PR.

Luiz Paulo Barbosa
A equipe de Leopoldina exibe as medalhas conquistadas
Atletas da Escola Tan Lang Quan de Kung Fu de Leopoldina participaram do XXVII Campeonato Mineiro de Kung Fu, que ocorreu no dia 16 de junho, em Belo Horizonte, onde conquistaram 23 medalhas.
 
Das medalhas conquistadas foram 15 de Ouro, 08 Prata e 04 Bronze e dos 15 atletas que competiram 13 foram convocados para representar Minas Gerais e levar o nome de Leopoldina para o XXVIX Campeonato Brasileiro de Kung-Fu Wushu que acontecerá de 05 a 09 de Setembro na cidade de Londrina – PR.
 
O Professor e Mestre Betinho, da Escola Tan Lang Quan de Kung Fu de Leopoldina, tem um grande histórico de conquistas nacionais e internacionais com seus alunos. Já conquistaram medalhas no 1st Pan American Traditional Wushu and Taiji Championships (Santo André - Brasil), 1° Copa Sulamericana de Wushu Tradicional e Shuaijiao (Buenos Aires - Argentina)  e 6th World Tradicional Wushu Festival (Chizou - China).
 
Para participar das competições a escola conta somente com apoio de pais e amigos. Pois mesmo tendo grandes destaques nas competições a maior dificuldade é de encontrar patrocínio para ajudar nos custos de inscrições, passagens e hospedagens. Quem quiser ajudar e/ou conhecer a escola basta entra em contato 32 99119-5105 ou no endereço da escola Rua Barão de Cotegipe n: 321 (escadão da Cotegipe) 
 
Veja algumas opiniões:
 
Fernanda: “Nossa academia atende ao público em geral. O Kung Fu é uma modalidade que pode ser praticada por todos, não importando a idade, sexo, peso ou idade. Nós trabalhamos com alunos que querem apenas aprender a modalidade, emagrecer, socializar, e temos também nossa equipe de atletas que participam de campeonatos por todo Brasil e no exterior, sempre trazendo resultados expressivos. É um ambiente tão leve e prazeroso que muitos pais e filhos treinam juntos”.

Carlos: “Na escola Tang Lang Quang descobri que a união vale mais que um pódium, que a confiança no mestre e a dedicação são agentes transformadores para um excelente resultado na vida e no tapete. Sempre grato”.

Igor: “O Kung Fu me mudou para melhor, me tornou mais humano e me ensinou a ter mais controle das emoções e do meu interior, além de me proporcionar saúde. A academia do Shifu Betinho é a minha segunda casa e a equipe é a minha segunda família. Shifu em mandarin significa pai, e o Shifu Betinho nos ensina de acordo com o seu título, como se fosse nosso pai, e através do Kung Fu eu pude traçar meu caminho sendo que escolhi estudar fisioterapia, pois sou apaixonado pelo movimento humano, e nada mais fantástico do que as técnicas de Kung Fu, uma arte que além de ensinar uma defesa pessoal, nos ensina sua filosofia na sua raiz e por trabalhar exercícios terapêuticos como o Qi Kung, trabalha muito com a melhora da saúde, posso dizer que devo tudo ao Shifu Betinho, por ter sempre acreditado e dedicado sua vida a ensinar essa arte magnifica. Hoje posso dizer que o Kung Fu é minha vida”!

Fonte> Luiz Paulo Barbosa
Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »