15/08/2018 às 15h39min - Atualizada em 15/08/2018 às 15h39min

Famílias do bairro Fortaleza passam a contar com água tratada.

Após indicação dos vereadores Valdilúcio Malaquias (Didi da Elétrica) e Sebastião Geraldo Valentim (Tião das Três Cruzes), COPASA realiza obra na Rua Heleno Tavares.

João Gabriel Baia Meneghite
A agua da COPASA chegou ao bairro graças ao trabalho dos dois vereadores
O uso de cisternas é muito comum em locais onde não existe um sistema de abastecimento, principalmente na zona rural. Também conhecida como algibe, consiste em um reservatório que fornece águas de chuvas para os seus usuários. Há também quem faz o uso de poços artesianos, no entanto, sem a orientação técnica necessária, há riscos à saúde.
 
Em Leopoldina, na Rua Heleno Tavares Resende, bairro Fortaleza, cerca de vinte famílias eram abastecidas por cisternas e poços artesianos há décadas. Segundo os moradores daquela região, as avaliações feitas na água indicaram que a mesma é inapropriada até mesmo para o banho, devido ao seu alto índice de poluição.
 
A discussão sobre esse assunto foi tratada em reunião na Câmara Municipal de Leopoldina e, por indicação dos vereadores Valdilúcio Malaquias (Didi da Elétrica) e Sebastião Geraldo Valentim (Tião das Três Cruzes), apresentada em 30 de janeiro de 2017, os edis solicitaram ao prefeito municipal José Roberto de Oliveira oficiar a COPASA para que providenciasse a colocação de água tratada na região.
 
No dia 06 de agosto de 2018 foi concluída e obra de aproximadamente dois quilômetros, que implantou o sistema de abastecimento de água, interligando a rede de distribuição da Companhia em Leopoldina à Rua Heleno Tavares Resende. Segundo a Assessoria de Imprensa da COPASA, os moradores devem procurar a Agência de Atendimento, situada na Rua Presidente Carlos Luz, 638, para que possam fazer o cadastro e solicitar as ligações de água nas residências.
 
Em contato com o jornal Leopoldinense, os vereadores autores da indicação, demonstraram-se contentes com a resolução do problema, que afetava as famílias daquela região há muitos anos. Eles comentaram que existem muitas demandas da população em diversos setores e continuam atentos para cobrar e fiscalizar as ações que beneficiam a comunidade.
 
 
Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »