12/09/2018 às 08h33min - Atualizada em 12/09/2018 às 08h33min

Acadêmico da ALLA realiza palestra sobre educação financeira no ‘Ginásio’

Antônio Dias Pereira Filho é professor da UFMG e autor do livro 'Tonico e seus primeiros dinheirinhos'.

João Gabriel B. Meneghite
A Escola Estadual Professor Botelho Reis, o ‘Ginásio Leopoldinense’, foi contemplada com o projeto 'Educação financeira para todos', do professor de Administração Financeira da Universidade Federal de Belo Horizonte, Antônio Dias Pereira Filho, nascido em Leopoldina e criado em Laranjal.

Após o lançamento de seu livro 'Tonico e seus primeiros dinheirinhos', que conta a história de um menino que ganha do pai doze galinhas poedeiras, cuja produção era vendida e o dinheiro poupado, o autor resolveu percorrer as escolas de Minas Gerais para falar sobre a importância da educação financeira desde a infância e, consequentemente, do empreendedorismo.

O projeto teve início em junho deste ano e, desde então, mais de vinte escolas no Estado foram contempladas. Em Leopoldina, é a terceira vez que ele faz palestras. Esteve na Flileo - Feira Literária de Leopoldina, no Colégio Imaculada Conceição e, nesta última segunda-feira, 10 de setembro, no ‘Ginásio Leopoldinense’.

Os eventos fazem parte de uma atividade de extensão do Departamento de Ciências Administrativas da UFMG e foi criado pelo próprio palestrante, que é professor, pesquisador e escritor. Motivado por sua filha, que cursou educação financeira na escola e mudou o seu comportamento, com um consumo consciente, Antônio Dias resolveu aperfeiçoar o material que viu.

Com sua experiência como professor na disciplina de Administração Financeira, adaptou sua apresentação para o público infantil. "É uma fase importante para formar bons hábitos e criar cidadãos conscientes, ajudando a família a refletir sobre o tema", comentou.

Num bate papo com a nossa reportagem, o acadêmico da ALLA também falou sobre como o tema está sendo tratado no Brasil. Ele considera que se comparado a outros países, em termos de projetos efetivos, o país está mal de políticas públicas de educação financeira para a infância. “A partir do momento em que os estudantes tiverem noções de matemática e português, já é a hora de começar com esse programa. A OCDE - Organização para Cooperações do Desenvolvimento Econômico, tem o objetivo de incentivar países para criarem políticas nacionais de educação financeira. Muitos países criaram, inclusive o Brasil, que tem a sua política nacional de educação financeira. No entanto, se comparado a outros países, está muito devagar ainda. Mas isso tudo depende de um engajamento, não apenas de governos federais, estaduais e municipais, mas também das famílias, pois elas têm um papel fundamental. É uma questão nacional, de interesse de todos", comentou.

Antônio Dias Pereira Filho é acadêmico da ALLA - Academia Leopoldinense de Letras e Artes e disse que foi com muito prazer que esteve em Leopoldina para conversar com os alunos do famoso ‘Ginásio Leopoldinense’. O seu projeto pode ser ampliado e está sendo discutida a possibilidade de ser implantado na grade curricular das escolas municipais de Belo Horizonte.



Antônio Dias entregando um exemplar de seu livro para o diretor da E.E.Professor Botelho Reis Fernando Miranda Vargas. Na foto eles estão ao lado de professores da escola.
Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »