26/09/2018 às 12h37min - Atualizada em 26/09/2018 às 12h37min

Pastor Darci está indignado com o estado da Rua Agnelo Corrêa do Bem

O vereador ponderou que as obras públicas devem ser feitas com maior agilidade, qualidade e eficiência, afinal é dinheiro público que está sendo aplicado.

Estado precário da rua Agnelo Corrêa do Bem é um reflexo da falta de investimento e melhorias em diversos pontos da cidade.
Indignação. Essa palavra representa bem o sentimento do vereador Pastor Darci José Portella em relação ao lamentável estado em que se encontra a rua Agnelo Corrêa do Bem, no Bairro Imperador. Já faz mais de dois anos que a referida via pública encontra-se danificada em decorrência das obras de construção de uma creche. Inicialmente a via foi interditada para o trânsito de veículos, mas, atualmente, nem os moradores têm condições de transitar pelo local.
 
Por ser morador do bairro, Pastor Darci explica que é abordado quase que diariamente pelos munícipes. “Ao longo desse tempo, tenho cobrado do Poder Executivo uma solução para a rua, mas a situação só piorou”. Segundo ele, o estado precário da rua Agnelo Corrêa do Bem é um reflexo da falta de investimento e melhorias em diversos pontos da cidade.
 
Pastor Darci salientou que o Governo Municipal deve se sentir envergonhado com o prejuízo causado aos moradores do bairro. Com o passar do tempo e a apatia da Administração Municipal, houve o agravamento da situação, elevando ainda mais o grau de dificuldades dos moradores do Bairro Imperador.
 


O Presidente da Câmara Municipal de Leopoldina, Pastor Darci José Portela


O vereador relatou que os problemas na rua Agnelo Corrêa do Bem começaram com a construção da creche. Parte do barranco no terreno da referida obra desmoronou, destruindo a calçada e parte da rua que ficou interditada para veículos pesados, inclusive os ônibus da empresa responsável pelo transporte coletivo urbano. “Já encaminhei indicações aprovadas pela Câmara, além de abordar pessoalmente os representantes do Governo Municipal solicitando uma ação emergencial para o bairro”, informou o vereador.
 
Depois de inúmeros contatos com o Poder Executivo, no ano passado, Pastor Darci foi informado que seria iniciada a construção de um muro atirantado para oferecer total segurança para a creche, além de permitir a recomposição da via. “A obra foi iniciada, mas a situação da rua piorou: se antes ela estava interditada para ônibus, hoje oferece riscos aos moradores que passarem pelo local, em virtude dos enormes buracos ali existentes. O asfalto está praticamente todo destruído no trecho”, comentou.
 
O parlamentar mostrou-se solidário às reclamações dos moradores. “São cidadãos trabalhadores, que cumprem com suas obrigações, inclusive, com o pagamento do IPTU e devem ser atendidos em suas demandas. Demorar tanto tempo para fazer uma recomposição de via pública e ainda permitir que a situação piore, aumentando os transtornos causados à população, é inadmissível”.
 
Pastor Darci esclareceu que, como vereador, não tem condições de determinar maior agilidade na execução das obras no município. “Esta função é de responsabilidade do Prefeito. Dentro do que a lei me permite, tenho feito constantes cobranças através de indicações, requerimentos e ofícios, pois sei que a população está sendo penalizada e se mostra impaciente com a demora na solução do problema”. 
 
O vereador ponderou que as obras públicas devem ser feitas com maior agilidade, qualidade e eficiência, afinal é dinheiro público que está sendo aplicado. “É preciso ter um planejamento, pois todas as previsões para término daquela obra não foram cumpridas. Com isso, o maior prejudicado é a população que cumpre com seus deveres, mas não é atendida em seus direitos”.
 
Pastor Darci confirmou que continuará fiscalizando e cobrando o Executivo em relação à rua Agnelo Corrêa do Bem que vem penalizado os moradores há muito tempo. “A população precisa obter respostas e soluções urgentes para os problemas do seu cotidiano. Cabe ao Executivo a tarefa de responder com agilidade e eficiência”. O parlamentar concluiu anunciando que os problemas da citada via pública serão novamente discutidos nas reuniões ordinárias da Câmara Municipal.
Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »