14/10/2018 às 14h36min - Atualizada em 14/10/2018 às 14h58min

Leopoldina ganha ‘Núcleo de Atenção Integral ao Transtorno do Espectro Autista’

O projeto todo utilizou exclusivamente recursos públicos municipais, sem contrapartidas estadual e federal.

Descerramento da placa inaugural
No primeiro dia do mês de outubro de2018, o Prefeito José Roberto de Oliveira, em conjunto com as Secretárias Municipais de Saúde e Educação, Lucia Helena Fernandes da Gama e Regina Lúcia Barbosa Brito de Oliveira, respectivamente, entregaram para a população um inovador e pioneiro serviço no município, o TEApoio - Projeto Miguel, que é um Núcleo de Atenção Integral ao Transtorno do Espectro Autista, localizado no Bairro Três Cruzes.
 
Formada por uma equipe multidisciplinar composta por assistente social, fisioterapeuta, pedagoga, educadora física, psicólogo, médico, psicopedagoga, fonoaudióloga e terapeuta ocupacional, o Projeto conta com o incrível trabalho transdisciplinar onde os profissionais vão adentrando nas esferas das áreas trabalhadas. A coordenação é realizada pela biomédica Natália França Bedim.No local, são realizados trabalhos aquáticos e ao ar livre, oficinas culinárias, equoterapia, além dos atendimentos profissionais específicos.


Equipe que atua no Núcleo

Mais equipamentos

Considerado pelas pessoas presentes ao ato inaugural como sendo de primeiro mundo, o Serviço Especializado para Crianças com Transtorno do Espectro do Autismo é muito bem instalado, mas ainda receberá novos equipamentos, conforme solicitação das Secretarias Municipais de Educação e Saúde. Para isso, será realizado um Pregão Presencial no dia 19 de outubro, para a aquisição de mobiliários, materiais didáticos pedagógicos e brinquedos.


Dircurso da Secretária de Saúde

O atendimento

Os encaminhamentos são feitos por acolhimento através dos responsáveis pelas crianças que procuram o atendimento. Assim, são acolhidos e analisados quais os atendimentos necessários para cada criança.Funcionando de segunda a sexta-feira, das 7:30 às 13 horas, o serviço vem para atender uma demanda que está aumentando a cada ano. Segundo estudos internacionais, hoje, estima-se que a cada 68 nascimentos, um apresenta o transtorno do espectro autista (TEA).
 

Dicurso do Prefeito

Os recursos utilizados
 
Discursando na ocasião, a Secretária Municipal de Saúde, Lucia Gama, disse que “este foi o serviço mais ousado e necessário implantado por esta administração que tanto se preocupa com a população leopoldinense”.O serviço também é desenvolvido de forma lúdica para que as crianças sejam estimuladas da melhor maneira e possam responder melhor aos sentidos que são trabalhados. Uma vez por semana, ocorre a Sessão Azul, onde é o momento do cineminha para as crianças.Em seu discurso, o prefeito, José Roberto de Oliveira, informou que a obra inaugurada “é o primeiro e único Núcleo de Atenção ao Transtorno do Espectro Autista totalmente público no Brasil, tendo utilizado exclusivamente recursos públicos municipais, sem contrapartidas estadual e federal”, esclareceu.
 
Fonte>Iago G. Xavier-Assessoria de Imprensa da Prefeitura Municipal de Leopoldina
 

Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »