05/11/2018 às 08h11min - Atualizada em 05/11/2018 às 08h11min

Novos governantes querem reduzir máquina pública cortando cargos de confiança. Você concorda?

Bolsonaro e Zema

O noticiário pós eleições tem deixado claro que tanto o Presidente da República eleito, Jair Bolsonaro, quanto o Governador eleito de Minas Gerais, Romeu Zema, pretendem reduzir a máquina pública com a diminuição do número de cargos de recrutamento amplo, também conhecidos como cargos de confiança, que não exigem concurso para o seu preenchimento.

Ambos saíram da fase dos discursos proferidos durante a campanha eleitoral e estão mantendo após as suas vitórias os firmes propósitos de reduzirem drasticamente o número de pessoas ocupando funções dessa natureza.

Os dois tem deixado claro que não pretendem lançar mão de nomes que tenham a ficha suja e farão opção por cidadãos com perfil técnico adequado ao cargo a ser ocupado. O objetivo, segundo eles, é enxugar os gastos públicos eliminando ministérios, secretarias e cargos comissionados.

Após um período paralisado com as enquetes, o Jornal Leopoldinense volta a disponibilizar esse tipo de consulta pública entre os seus leitores e pergunta:

Novos governantes querem reduzir máquina pública cortando cargos de confiança. Você concorda?

- Sim, as máquinas púbicas estão muito inchadas.
- Não, os cargos de confiança são essenciais aos governos.
- Vai proporcionar muito desemprego.

- No serviço público tem que entrar só por concurso.

CLIQUE AQUI PARA VOTAR

Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »