16/08/2014 às 11h00min - Atualizada em 16/08/2014 às 11h00min

Dinheiro para construção do novo Pronto Socorro e ampliação do CTI começa a chegar ao hospital

Ao todo Leopoldina terá recursos da ordem de R$2.919.911,92 para a obra

Luiz Otavio Meneghite
O prefeito José Roberto e a provedora Vera Pires assinaram parceria entre Município e CCL. ( Foto:Kalon Morais)

O prefeito José Roberto de Oliveira anunciou a chegada aos cofres da Casa de Caridade Leopoldinense das duas primeiras parcelas, no valor total de R$ R$616.796,47, do montante de R$2.919.911,92. Os números foram confirmados pelo administrador do hospital, Wolney Aguilar Silva.

O aporte dos R$2.919.911,92 é oriundo do Tesouro Estadual e o dinheiro será aplicado para financiar o projeto de construção e instalação do novo pronto socorro de Leopoldina que funcionará junto ao hospital da Casa de Caridade Leopoldinense. Parte dos recursos será aplicada na ampliação do CTI.

A provedoria, a administração do hospital e o departamento jurídico da Casa de Caridade Leopoldinense estão confeccionando o edital de concorrência pública para escolher a empresa que realizará as obras.  Com experiência nesse tipo de procedimento, o Setor de Licitações da Prefeitura disponibilizou a funcionária Soraya Fajardo Cury Gogliath para acompanhar os procedimentos e dar agilidade ao processo.

"Com esse aporte de recursos vamos garantir um atendimento de urgência mais qualificado. Esse investimento alavanca o início de um grande plano diretor de investimento para o hospital de Leopoldina, com foco na Urgência e Emergência", comemorou o prefeito José Roberto de Oliveira.

O administrador hospitalar da Casa de Caridade Leopoldinense falou com exclusividade ao jornal: “Estamos agora ajustando os detalhes finais para divulgação do Edital de Licitação, que ocorrerá nos próximos dias. Sabedores que somos da necessidade e da grandeza desta obra, não estamos medindo esforços para agilizarmos todos os trâmites legais que esta obra merece. Assim, a Casa de Caridade Leopoldinense, oferecerá a toda Leopoldina e região, uma estrutura adequada e dentro das mais rigorosas normas de construção, bem como as demais instalações internas já existentes, que estão sendo reavaliadas e ajustadas”, concluiu.  

Da Redação com foto de Kalon Moraes


Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »