14/01/2019 às 21h04min - Atualizada em 14/01/2019 às 21h04min

Casa de Caridade Leopoldinense passa a contar com Raio X transportável

Recursos de R$250 mil destinados pela deputada Margarida Salomão, permitiram adquirir ainda uma máquina de hemodiálise, oito camas e dois respiradores.

Aparelho de Raio X transportável(Foto ilustrativa)
A Casa de Caridade Leopoldinense acaba de receber equipamentos, adquiridos com R$ 250 mil em emenda parlamentar da deputada federal Margarida Salomão. Um Raio X transportável, uma máquina de hemodiálise, oito camas e dois respiradores vão possibilitar a melhoria no atendimento aos pacientes do Sistema Único de Saúde, já que o índice de atendimento do sistema na instituição chega a 90%. “Esses equipamentos são imprescindíveis para a prestação da boa assistência à população,” afirma a provedora Vera Pires, que observa o aumento progressivo do número de assistidos. Além de Leopoldina, mais treze cidades são atendidas pelo Hospital.

O Raio X transportável é o primeiro do hospital e vai possibilitar o procedimento em pacientes sem condições de deixar o leito. Com a chegada dos dois respiradores, todos os leitos do CTI passam a dispor do equipamento. As oito novas camas vão tomar o lugar das que precisam ser substituídas, contribuindo para a melhoria da qualidade da assistência. 

“Nossas verbas são aplicadas com uma seleção muito rigorosa. Existem bons recursos humanos aqui. E nós estamos ajudando na aquisição dos equipamentos. Tenho certeza que esses recursos vão fazer a diferença no atendimento”, destacou a deputada Margarida Salomão. 

O tratamento humanizado dos pacientes que têm que passar por hemodiálise é destaque no hospital. O procedimento é realizado durante três turnos: manhã, tarde e noite. “A princípio, eram 80 pacientes. Agora já recebemos 154 de toda região. Todo dia chega um paciente novo,” informa Vera Pires, ressaltando a importância do acréscimo de mais uma máquina com o apoio de Margarida, totalizando 31.
 
Esta não é a primeira vez que Margarida socorre a Casa de Caridade, único hospital de Leopoldina. A deputada já havia destinado R$150 mil por emenda parlamentar que foram destinados à aquisição de 10 monitores para o CTI. A instituição dispõe de oito leitos no setor, cruciais para salvar vidas em uma região cortada pela BR-116, com alto risco de acidentes. 

Fonte> Assessoria de Comunicação da Deputada Federal Margarida Salomão e Casa de Caridade Leopoldinense
Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »