11/04/2019 às 14h33min - Atualizada em 11/04/2019 às 14h33min

Projeto do Sebrae/Sicoob/Credimata vai capacitar alunos do Ensino Médio Público de Leopoldina e região

Objetivo é incentivar o empreendedorismo, cooperativismo e educação financeira de 120 alunos de Além Paraíba, Leopoldina, São João Nepomuceno e Volta Grande

Luciana Grillo (*)
Objetivo é incentivar o empreendedorismo, cooperativismo e educação financeira de estudantes
Em parceria com o Sicoob/Credimata, o Sebrae Minas dá início ao Ciclo de Capacitação Cultura Empreendedora, Cooperativista e Financeira nas escolas públicas do Ensino Médio das cidades de Além Paraíba, Leopoldina, São João Nepomuceno e Volta Grande. A ação ocorre de abril a junho e irá capacitar 120 alunos dos quatro municípios.
 
O projeto tem foco na capacitação educacional e na formação profissional desses estudantes e integra o programa Educação Empreendedora, do Sebrae Minas, que visa despertar a comunidade escolar para o aprimoramento do processo de ensino-aprendizagem, a partir da qualificação do corpo docente para disseminar a visão e o comportamento empreendedor e inovador nas escolas, desenvolvendo, assim, competências específicas em crianças e jovens.
 
O ciclo de capacitação pretende provocar e promover uma discussão sobre empreendedorismo, cooperativismo e educação financeira, por meio de atividades educacionais que, juntas, fortalecerão a formação e o protagonismo dos jovens. “Nosso objetivo é transformar e formar estes estudantes, ajudando-os para que cada um possa se desenvolver e tornar-se um capital humano com conteúdo e qualidade. A proposta do projeto é sensibilizar a direção das escolas públicas do ensino médio, a fim de que elas apoiem e indiquem os seus melhores alunos na microrregião. Desta forma, farão com que eles tenham a oportunidade de conhecer, além da parte pedagógica, a diversidade das informações na formação técnica e social e, com isso, consigam planejar melhor o seu futuro, por meio de atitudes e de crescimento intelectual”, destaca o analista do Sebrae Minas Marco Antônio de Mendonça.
 
A proposta inovadora passa pela discussão e pela disseminação da cooperação e dos seus princípios culturais junto à comunidade escolar, tendo em seu conceito e conteúdo um conjunto de atributos técnicos voltados para o comportamento e para as características empreendedoras. Nesta primeira etapa, serão escolhidos 30 alunos de cada escola representante dos quatro municípios que integram o projeto.
 
Ao final do ciclo de capacitação, os alunos deverão apresentar uma redação dissertativa sobre a temática “Cooperação – a nova realidade dos negócios para o sucesso”. As três melhores redações de cada escola serão avaliadas por uma comissão de representantes do Sicoob/Credimata e do Sebrae Minas. A partir daí, serão escolhidas as quatro melhores, que serão premiadas - sendo uma redação por escola - com uma poupança no valor de R$ 500,00 para cada estudante. Já cada professor integrante da banca orientadora receberá uma poupança no valor de R$ 200,00. Além disso, os alunos premiados e os professores do projeto terão a oportunidade de conhecer as dependências da cooperativa do seu município, através de uma visita técnica com uma breve apresentação sobre o cooperativismo e o seu papel junto à sociedade.
 
Para o analista do Sebrae Minas, o desenvolvimento se faz com o envolvimento de pessoas inovadoras, educação de qualidade, bons projetos, parcerias e articulações das políticas públicas, que estimulam à cultura cooperativista, empreendedora e financeira. “O sentido do desenvolvimento passa por uma melhor qualidade de vida, desta e das próximas gerações. E, para que isso ocorra, nós temos que nos organizar, propor e promover ações como forma de garantir que o processo de desenvolvimento melhore a vida das pessoas, principalmente por meio da formação educacional”, sublinha Marco Antônio.
 
Programa Educação Empreendedora
 
O programa Educação Empreendedora abrange dinâmicas e oficinas que abordam temas relacionados às competências empreendedoras, trabalho e negócio. O objetivo é que os educadores compreendam e repliquem para os alunos conceitos e práticas que os motivem a adotar uma postura proativa e eficiente na condução de projetos pessoais e profissionais, ampliando suas possibilidades para o futuro.
 
Durante o ano de 2017, o Sebrae Minas aplicou o programa Educação Empreendedora em 296 escolas das redes públicas municipal e estadual, de níveis Fundamental e Médio, na regional Zona da Mata e Vertentes, em parceria com as secretarias municipais de ensino e a Secretaria Regional de Educação. No ano passado, o projeto se desdobrou, com um trabalho de campo com estudantes e professores de nove escolas, uma representante de cada microrregião atendida pela regional do Sebrae Minas na região: Barbacena, Cataguases, Juiz de Fora, Manhuaçu, Muriaé, Ponte Nova, São João del-Rei, Ubá e Viçosa. Ao final do trabalho, os estudantes apresentaram projetos com viés econômico e baseados nas identidades e vocações locais.
 
(*) Agência Sebrae de Notícias de Minas Gerais

Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »