30/05/2019 às 08h39min - Atualizada em 03/06/2019 às 08h39min

Oficina do futuro apresenta ações para o desenvolvimento de Leopoldina.

A culminância do projeto ocorreu na manhã desta quarta-feira, 29 de maio, no Salão Nobre Brahim Elias Sleiman, da Associação Comercial de Leopoldina.

João Gabriel B. Meneghite
Participantes da 'Oficina do Futuro'.
Muitos projetos interessantes de diversos setores acontecem em Leopoldina sem o envolvimento de parceiros necessários para o seu êxito. A integração e articulação dos diversos atores de nossa sociedade para uma mobilização que vise trilhar caminhos para o progresso, foi uma das principais bandeiras levantadas pela equipe multidisciplinar da ‘Oficina do Futuro’, programa do SEBRAE em parceria com a ACIL – Associação Comercial, Industrial, Agropecuária e Serviços de Leopoldina.

A Oficina do Futuro mobilizou representantes dos setores:  rural, comércio, prestação de serviços, área tecnológica, universidades, Poder Legislativo, entre outras entidades representativas para uma série de reuniões e debates entre os meses de fevereiro e maio para identificar e refletir sobre os potenciais de Leopoldina, sugerindo propostas para o desenvolvimento local.

O objetivo é construir uma visão de futuro, tornando o município referência em qualidade de vida, através de articulações e integrações para o seu desenvolvimento tecnológico e sustentável.

O trabalho foi coordenado pelo especialista em gestão, André Luís Ferreira dos Santos. Foram coletados indicadores econômicos e identificados muitos desafios para Leopoldina crescer, sendo apontadas ações para o setor produtivo, turismo, educação, agronegócio e Poder Público, englobando os setores de tecnologia e sustentabilidade.

Algumas das várias ações que estão dando certo foram mencionadas, além de considerações sobre a necessidade de intervenções e maior exploração em outras áreas. No turismo, por exemplo, foi divulgado um aporte de recursos financeiros oriundos do Ministério do Turismo para ações de acessibilidade aos locais, placas, capacitar e mobilizar os atores envolvidos.

Jairo Seoldo, presidente da Associação Comercial, comentou que nos próximos meses, a entidade fará uma mobilização para discutir e implementar um calendário anual de eventos Leopoldina, tão necessário para a divulgação do município. Outro evento programado para o segundo semestre deste ano é o I Forum de Turismo de Leopoldina.

Inserir os pequenos produtores e artesãos nos eventos da cidade, a exemplo do que ocorreu neste ano, no Encontro Nacional de Motociclistas, é outra ação que deverá ter desdobramentos positivos. Foi elaborado o ‘Projeto Tenda’, que vai oportunizar a participação de artesãos locais em eventos expressivos da cidade.Presente no encontro, o Presidente da Cooperativa Leste, Pedro Augusto Junqueira Ferraz, garantiu aos artesãos de Leopoldina espaço na exposição deste ano -  evento de grandes proporções realizado em Leopoldina que pode gerar divisas para eles.
 
No setor da educação foram discutidos assuntos relacionados à implantação de um programa de educação empreendedora do Sebrae nas escolas municipais, difundindo o assunto para crianças. Também ressaltaram a agregação dos agentes dos diversos segmentos para participação de eventos organizados por instituições de ensino, a exemplo do Café Empresarial, Fórum de Desenvolvimento Econômico Regional e tantos outros.

Também foram apresentadas algumas sugestões de ações que podem ser empreendidas pela Prefeitura Municipal de Leopoldina com o objetivo de estimular a economia local, com maior participação de empresas locais nas compras públicas, que, segundo dados do Tribunal de Contas, no ano de 2018, foram de R$8,6 milhões. Outra sugestão é criar um chamamento público para atração de empresas para se instalarem em terrenos pertencentes ao patrimônio público municipal.

A criação do Serviço de Inspeção Municipal (SIM) foi outra medida sugerida pelos membros da ‘Oficina do Futuro’. O selo permitiria a comercialização de produtos de origem animal nos mercados e beneficiaria muitos pequenos empreendedores de Leopoldina. Segundo Cimar Onofre Barbosa, extensionista da Emater de Leopoldina, se isso ocorrer, vai gerar muitas oportunidades para os produtores da agricultura familiar.

As ações da Nascente Incubadora Tecnológica de Empresas do Cefet de Leopoldina foram elogiadas e apontadas como alguns dos caminhos para ajudar o desenvolvimento do município. Rodrigo Lacerda Sales, coordenador do projeto, comentou que existe um imóvel do Cefet que será reformado para ser sede do programa. Também comentou sobre um aporte de recursos financeiros na ordem de R$380.000,00 para ações de empreendedorismo e inovação.

A atuação de diversas frentes para estimular o setor produtivo, seja no comércio, prestação de serviços, indústria e agronegócio também esteve em pauta, sendo discutida a necessidade de obtenção de dados e estímulos às pesquisas de mercado. A criação de projetos que visem estimular o comércio também foi discutida.

A culminância do projeto ‘Oficina do Futuro’ ocorreu na manhã desta quarta-feira, 29 de maio, no Salão Nobre Brahim Elias Sleiman da Associação Comercial de Leopoldina, com a apresentação dos estudos para representantes de diversos segmentos da sociedade. Os próximos passos, segundo os organizadores, incluem a mobilização da sociedade para participar ativamente no aperfeiçoamento das ações existentes e as novas demandas que surgirão. A expectativa é que ocorram encontros mensais para manter acesa a chama dessa mobilização que depende da participação de diversos atores, inclusive a sociedade.  

Jairo Seoldo, presidente da ACIL, ao lado da nova gestora da entidade Lilian Mônica Abrão Viana.

O gestor André Luís Ferreira dos Santos coordenou os trabalhos da 'Oficina do Futuro' em Leopoldina. Ele comentou que ficou encantado com os potenciais do município. "Outras cidades estudam para encontrar os seus potenciais e, em Leopoldina, eles já estão prontos, basta trabalharmos para o seu desenvolvimento", comentou.

 
Taynara Lima, Vitor Patrício e Fábia Chagas de Souza, participantes da 'Oficina do Futuro', fizeram a apresentação do projeto.


 


Foto: Rômulo Almeida
Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »