11/07/2019 às 11h24min - Atualizada em 11/07/2019 às 17h11min

Renan e Gustavo vencem o Festival de Viola da Exposição de Leopoldina.

O evento reuniu na noite desta quarta-feira, 11 de julho de 2019, violeiros dos municípios de São João Nepomuceno, Descoberto, Cataguases, Muriaé, Palma, Sereno e Leopoldina.

João Gabriel B. Meneghite
Preservar a tradição da ‘moda de viola’, dando oportunidade e visibilidade aos talentos de nossa região é um dos objetivos da Coopleste, informou o presidente da instituição organizadora da Exposição Agropecuária de Leopoldina (Expoleo), Pedro Augusto Junqueira Ferraz, que mantém uma parceria há cinco anos com Aristides Braz na produção do Festviola.
 
O evento faz parte de sua extensa programação cultural e reuniu na noite desta quarta-feira, 11 de julho de 2019, no Parque de Exposições José Ribeiro dos Reis, violeiros dos municípios de São João Nepomuceno, Descoberto, Cataguases, Muriaé, Palma, Sereno e Leopoldina para tocar um dos gêneros mais tradicionais da música sertaneja, o ‘Caipira, muito querido pelos brasileiros e que transmitem valores e mensagens que expressam a poesia em diferentes contextos sociais.
 
Aristides Braz ficou conhecido por idealizar os primeiros festivais de viola de Piacatuba, hoje conhecido nacionalmente  - inspirado na Festa do Arroz, realizada na região da Braúna, Zona Rural de Leopoldina. Ele também realiza eventos do gênero em Recreio, São Francisco do Glória, São João Nepomuceno, Palma, Cataguarino e Duas Barras, no Rio de Janeiro.
 
O corpo de jurados FestViola foi formado por Simone Seoldo, Oilian José, Nilson, Sebástian e Luan Severo. O concurso teve o seguinte resultado: Em terceiro lugar ficou João Paulo, de Muriaé, que tocou ‘Vendo a Lua da Janela’, letra de sua autoria.
 
A dupla Lula Cavalcante e Pedro, do município de Palma, ficou em segundo lugar, cantando as canções 'Boiadeiro Errante' e 'Falou e Disse'; O primeiro lugar ficou com os leopoldinenses Renan e Gustavo, que tocaram ‘Chico Mineiro’ e 'Comitiva Esperança'.
 
Renan Silva Salomão e Gustavo de Oliveira Silva Ávila são da mesma idade: 24 anos. Eles são amigos e cada qual tem projetos individuais, mas se uniram para tocar no FestViola da Expoleo 2019.
 
“Eu já tenho um pezinho na música desde pequeno, pois meus avós sempre gostaram e fizeram música. Embora não os tenha conhecido, tive a influência da família, desde os meus 14 anos de idade comecei a tocar e daí a paixão despertou. Atualmente estudo em Rio Pomba, faço graduação em Zootecnia, mas tenho um projeto com uma banda daqui de Leopoldina, vindo para cá todos os finais de semana para tocar. Acho muito bacana a idéia do FestViola, que é um incentivo de estar despertando quem ainda não está na vida profissional, mas tem vontade e vocação, dando o primeiro passo e buscando se encontrar de certa forma na música”, comentou Gustavo.
 
Renan Salomão também herdou o gosto pela música com o seu avô e comentou trabalha há cinco anos profissionalmente num projeto solo, tocando em bares e eventos. “É a primeira vez que conquisto o primeiro lugar no FestViola. Em 2013 ganhei o Show de Calouros e também já tive a oportunidade de tocar na exposição. Hoje foi muito bacana conhecer novas pessoas, músicos de nossa região. Quem sabe, com esse prêmio que conquistamos, possamos dar inicio em um projeto e fazer alguma coisa para essa área de viola caipira”, comentou.
 
O presidente da Coopleste Pedro Augusto Junqueira Ferraz (E) falou sobre a importância de preservar a tradição da moda de viola caipira

Sandriel Carlos e Aristides apresentaram o FestViola 2019
O corpo de jurados FestViola foi formado por Simone Seoldo, Sebástian, Oilian José, Nilson e Luan Severo.
Além dos violeiros participantes do concurso, o evento foi marcado por duas apresentações especiais: uma com o violeiro Evair, do Haras Alter, que estava no Parque de Exposições assistindo o FestViola e pediu a organização para tocar um solo de viola, sendo acolhido com carinho pelos apresentadores Sandriel Carlos e Aristides do Vela.
Outra apresentação que ficará na história foi de uma tradicional família de cantores, compositores e instrumentalistas de Leopoldina – trata-se do Sebastião Augusto, o popular Piuna, de 85 anos, que cantou ao lado do filho Sebástian e do neto Luan Severo.

Sebastião Augusto foi homenageado pela organização do evento.
Em terceiro lugar ficou João Paulo, de Muriaé, que tocou ‘Vendo a Lua da Janela’, letra de sua autoria.


A dupla Lula Cavalcante e Pedro, do município de Palma, ficou em segundo lugar, cantando as canções Boiadeiro Errante e Falou e Disse.


O primeiro lugar ficou com os leopoldinenses Renan e Gustavo, que tocaram ‘Chico Mineiro’.


 
Lista dos Violeiros participantes

Pires e Bidoco - São João Nepomuceno - MG
Pires e Nascimento - São João Nepomuceno – MG
Sidimar – Descoberto - MG
Fábio - Cataguases - MG
João Paulo – Muriaé-MG
Júlia Viola – Cataguases-MG
Lula Cavalcante e Pedro – Palma-MG
Samira – Sereno-MG
Darcy Viola – Tebas-MG
Renan e Gustavo – Leopoldina-MG
 
Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »