23/08/2019 às 08h49min - Atualizada em 23/08/2019 às 08h49min

IMA deve realizar processo seletivo para contratação de 60 médicos veterinários

A maior parte dos profissionais será alocada em frigoríficos. Atualmente, dez desses estabelecimentos aguardam o registro do Instituto Mineiro de Agropecuária.

Agência Minas
O governo de Minas deve publicar, até o fim de setembro, o edital do processo seletivo para contratação de 60 médicos veterinários que vão atuar como fiscais agropecuários em todo o Estado.  A maior parte dos profissionais será alocada em frigoríficos. Atualmente, dez desses estabelecimentos aguardam o registro do Instituto Mineiro de Agropecuária. 

O anúncio foi feito no dia 20 de agosto de 2019 pelo governador Romeu Zema. Segundo ele, a contratação vai gerar mais emprego. “Apesar de todas a dificuldades financeiras em Minas, estamos repondo 60 médicos veterinários que trabalharão no IMA junto aos frigoríficos, que poderão ampliar sua capacidade, gerando mais de mil postos de trabalho no estado. Esta preocupação com a saúde pública é fundamental”, disse Zema.

De acordo com a secretária de Agricultura, Pecuária e Abastecimento, Ana Valentini, as vagas já existem e estão sendo repostas. "Novos frigoríficos serão abertos e começarão a trabalhar dentro da legalidade, garantindo a qualidade dos produtos e gerando mais empregos”, argumentou. 
 
A expectativa é que esses profissionais comecem a atuar no IMA até no fim deste ano. Eles devem trabalhar dentro dos frigoríficos, atestando a saúde do animal antes de ser abatido, até dezembro de 2020.

"Os veterinários fazem a avaliação clínica para saber se os animais podem ser abatidos e ir para o consumo humano. A carga horária deve ser de 40 horas semanais e oito diárias, podendo sofrer alteração quanto à entrada e saída, porque normalmente os abates começam bem cedo, às vezes de madrugada", adiantou o diretor técnico do Ima, Bruno Rocha de Melo. Detalhes como salário e provas ainda estão sendo analisados, conforme Bruno Rocha. 

Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »