21/08/2014 às 19h08min - Atualizada em 24/08/2014 às 09h37min

MG terá rede de recuperação para dependentes químicos, diz Pimentel na visita a Leopoldina

Candidato a governador pela coligação Minas Pra Você diz que droga está destruindo famílias e garante que vai implantar sistema de atendimento

Fernando Pimentel concedeu entrevista à imprensa no Calçadão em Leopoldina..jpg

 O candidato a governador pela coligação Minas Pra Você, Fernando Pimentel (PT), assegurou nesta sexta-feira em Leopoldina que, se eleito, o estado terá uma rede de apoio e recuperação de dependentes químicos.

Pimentel esteve em Leopoldina acompanhado pelos candidatos a vice-governador, Antônio Andrade (PMDB), e ao Senado, Josué Alencar (filho do ex-vice-presidente José Alencar), e do candidato a deputado estadual, Marcos Junqueira, também do PMDB, além de prefeitos, deputados e lideranças políticas. Juntos, caminharam no centro da cidade, onde foram recebidos por centenas de pessoas.

“Vamos construir em Minas uma grande rede de centros de apoio e recuperação de dependentes químicos. Essa rede não existe hoje. O governo do estado, em 12 anos, foi incapaz de atuar nessa direção e não priorizou essa questão”, disse.

“É isso que queremos mudar. Queremos mostrar aos mineiros e às mineiras que esse quadro preocupante pode mudar com um governo presente, regionalizado, atencioso com as demandas de cada parte do Estado”,completou.

Segundo Pimentel, o problema das drogas, hoje, extrapola a questão policial.

“A questão das drogas não é só policial. É uma questão de recuperação dos dependentes químicos. Hoje, o crack está assolando o estado, destruindo vidas, famílias, e eu não vejo o governo do estado atuar nessa direção”, frisou.

O trabalho, segundo o candidato, será realizado em três frentes: apoio às instituições filantrópicas, criação de uma rede própria do estado e combate às drogas.

“Apoiaremos as instituições filantrópicas que já executam esse trabalho, mas também vamos criar uma rede própria do governo estadual para dar apoio à recuperação dos dependentes químicos, além do trabalho de repressão ao narcotráfico”, assegurou.

Pimentel demonstrou preocupação com a segurança pública e falou de suas propostas para o setor.

“Precisamos, em primeiro lugar, recompor o efetivo da Polícia Militar e recuperar a carreira da polícia civil. A Polícia Militar está sem condições de trabalho e a civil com a carreira desestruturada. Precisamos valorizar os delegados, os policiais civis. Teremos uma polícia presente e ativa em todas as regiões do estado”, afirmou.

 Pimentel assegurou que, em seu governo, a Zona da Mata vai ter de volta o que merece: desenvolvimento econômico, segurança e saúde de boa qualidade.

“A educação também será valorizada. Vamos pagar o piso salarial nacional dos professores e recuperar a carreira de magistério. Na saúde, teremos os centros de especialidades médicas em todas as 77 microrregiões de saúde do estado”, disse.

Pimentel deixou um recado de esperança para a região. “Teremos um diálogo carinhoso entre governo e Zona da Mata, com nossa gente, nosso povo. A Zona da Mata vai voltar a seus dias gloriosos”, assegurou.

Da Redação com Assessoria de Imprensa do PT-MG e fotos de João Gabriel Baia Meneghite


Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »