05/09/2019 às 08h56min - Atualizada em 05/09/2019 às 08h56min

Começa nesta quinta-feira, 5 de setembro, a 31ª Feira da Paz em Leopoldina

Evento inova e além do ‘Artesanato’ traz este ano 'Comida de Buteco' com shows todos os dias que vão do Sertanejo ao Pagode passando pelo Rock And Roll.

Edição> Luiz Otávio Meneghite
Os artesãos vêm de várias partes de Minas Gerais.
Começa nesta quinta-feira, 5 de setembro de 2019, no Parque de Exposições José Ribeiro dos Reis, e vai até domingo, 08 de setembro, a 31ª edição da Feira da Paz – Feira do Artesanato Mineiro, considerado o maior evento do gênero de Minas Gerais.

A abertura oficial e Benção da festa será às 10:00 horas, quando terá início a Feira de Artesanato. Na programação anunciada, este ano haverá inovação com a introdução da ‘Comida de Buteco’ e shows todas as noites que vão do Sertanejo ao Pagode passando pelo Rock And Roll, todos com entrada franca.

A programação anunciada
 
Na quinta-feira, 5 de setembro, às 22:00 horas, haverá show com o melhor do Sertanejo com Giuli Donofre e Banda. Já na sexta-feira, 6, com início às 22:00 horas, a música fica por conta do Pagode GSP com o Grupo Simpla. No sábado, 7 de setembro, também às 22:00 horas, o show é   com a Banda A Positivo. O encerramento no domingo, 8 de setembro, terá o tradicional almoço a partir do meio-dia com show de Dé e seu teclado e para encerrar, a partir das 17:00 horas, uma tarde de Rock com TT Chong.


Elza Gama Peres, presidente da APIL

Um pouco de sua história

Fundada há 31 anos por um grupo de senhoras lideradas pela então primeira dama do município, a médica Dra. Maria Beatriz Neves Freire, a APIL- Associação das Pioneiras de Leopoldina, hoje é presidida pela senhora Elza Gama Peres, e tem em sua história a criação da Feira da Paz e Feira Regional de Artesanato que reúne anualmente cerca de 150 expositores no Parque de Exposições José Ribeiro dos Reis.

A renda líquida arrecadada é direcionada para entidades beneficentes de Leopoldina. A APIL tem em seu histórico a construção do Bairro Serra Verde; várias doações para o hospital da Casa de Caridade Leopoldinense; Asilo Santo Antônio; cadeiras de rodas; colchões; reforma de casas; reforma de banheiros entre várias ações humanitárias.

Fonte> APIL-Associação das Pioneiras de Leopoldina
 
Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »